quarta-feira, março 28

Festa no Algarve

Começa àmanhã o Rally de Portugal, que "vai levar o Algarve aos cinco cantos do Mundo!"
Prova do Campeonato do Mundo, conta com a presença dos "grandes" e atrai a atenção de milhares de adeptos!
Como novidade uma super especial disputada no "Autódromo" Algarve!
Pois o Estádio Algarve vira autódromo por uns dias! Fica aqui uma imagem "quase" em primeira mão, obtida esta tarde quando alguns concorrentes faziam o reconhecimento!
É de prever grande afluxo ao Parque das Cidades e aconselho que utilizem os autocarros que a organização disponibiliza, com saídas de Loulé e Faro, directamente para o estádio!
É mais prático e evita engarrafamentos...
Divirtam-se!
Posted by Picasa

segunda-feira, março 26

Salazar Ganhou.....

Na votação que ontem terminou para eleger "O Melhor Português", ganhou Salazar!
Vale o que vale mas dá muito que pensar...

quarta-feira, março 21

O Algarve "nas bocas do Mundo"

A partir da próxima sexta-feira, o Algarve vai estar "nas bocas do Mundo" com a realização do RALLY DE PORTUGAL - 2007.
Prova a contar para o Campeonato do Mundo, vai trazer até ao Algarve os grandes nomes da modalidade e todos os grandes construtores que disputam o WRC.
A nossa região vai ser "invadida" por centenas de milhares de espectadores, não só nacionais mas também espanhóis!
Se a prova se vai decidir nas várias classificativas espalhadas pelo Algarve, vão ser as Super Especiais a disputar no Estádio, Autódromo, digo eu, do Algarve, que vão concentrar as atenções! Uma na quinta-feira, dia 29, e outra no dia 1 de Abril! Para realizar esta Super Especial houve necessidade de transformar o campo de futebol em circuito automóvel, onde se irão ver os carros, dois a dois, em pistas paralelas! Tudo leva a crer que o estádio irá encher e fica aqui o 1º. aviso a quem tenciona lá ir:- Ou vai bem cedo e arranja lugar nos parques de estacionamento criados para o efeito, ou apanha um autocarro no Largo de S. Francisco, em Faro, ou na Zona Industrial, em Loulé, que o deixarão à porta!
No próximo fim-de-semana irei fazer todo o percurso, pois eu estou ligado à organização e serei um dos "safety cars", e depois, para os interessados aqui falarei sobre as especiais!
Durante todo o Rally de Portugal vai decorrer no estádio Algarve um "mini salão automóvel"onde estarão patentes práticamente todas as marcas comercializadas no nosso País!
Assim, o Algarve vai ser notícia em todo o Mundo com a realização do RALLY DE PORTUGAL - 2007 nesta zona!
P.S. Vejam Estudo de impacto do Rally em Portugal

À VITÓRIA FARENSE! À VITÓRIA!

"O que não tem solução, solucionado está"!
Foi o que aconteceu ontem com o nosso FARENSE!
Não vou mais abordar o assunto! Pretendo tão sómente pedir que, quer quem votou contra, quer quem votou a favor, "dê as mãos em torno do nosso Clube!"
Independentemente do sentido de voto, todos fizeram o que achavam ser o melhor para o FARENSE!
Aqui não há vencidos e vencedores! Quem venceu foi o FARENSE!
E se no "Faro este" alguma coisa disse de menos agradável para alguém, peço desculpa!
Também queria, e quero, o que julgo ser o melhor para o FARENSE!
Obrigado Farenses!
À VITÓRIA FARENSE! À VITÓRIA!

segunda-feira, março 19

S.C.FARENSE

Hoje realiza-se uma Assembleia Geral Extraordinária, julgo eu, que ficará para sempre na história do nosso Clube!
Não interessa agora apontar o dedo a quem pôs o FARENSE na actual situação que de todos é conhecida! Fômos muitos!!! Sempre disse que as instituições não têm culpa "das porcarias feitas pelas bestas que por lá passaram"! E eu fui uma dessas "bestas"!
Portanto falar de A ou B nada resolve! Eu saúdo todos aqueles que desinteressadamente serviram e servem o FARENSE, dando horas do seu tempo de descanso, dinheiro da sua algibeira, sujeitando-se a ser ofendidos por quem menos se espera, sofrendo em triplicado, tentando encontrar soluções para problemas que todos os dias aparecem, sacrificando os seus fins-de-semana para acompanharem a equipa, digo eu, SAÚDO TODOS E DIGO OBRIGADO!
Passando à frente, com todas as asneiras feitas, estamos no fundo do buraco, ou melhor buracão!
Desportivamente, mais concretamente no futebol, que é "a mola real do clube", caímos para um escalão que nunca sonhámos poder cair!
O Ginásio sede corre o risco de rápidamente ir à praça! Património, não há! Dinheiro, muito menos!O FARENSE está em situação crítica! Só um "milagre" o pode salvar!
E esse "milagre" pode estar em vias de acontecer! Está na mão dos Farenses que ele aconteça, ou não!
Vamos à questão!
A única saída para o FARENSE é a venda do terreno do Estádio de S. Luís! Com esse dinheiro pode "limpar" o passado e ficar com algum "oxigénio" para começar uma nova vida!
Há alguma outra solução? Eu desconheço e não vislumbro!
Portanto, a salvação do FARENSE passa por este negócio! Se não se fizer acaba o FARENSE!
Se a solução é boa? Não sei! É a única!
Claro que todos os farenses gostariam muito mais de ver aquele espaço como um complexo desportivo doque um monte de torres de cimento! Apesar de actualmente haver tendência para se construir tudo o que é grandes superfícies nos arredores das cidades, o S.Luís, com umtrabalho profundo, poderia continuar naquele cantinho!!
Mas, o FARENSE, para não morrer, não tem alternativas! Tem que fazer o negócio e vai fazêlo, pois se não o fizer, pura e simplesmente desaparece!
Pode dizer-se:- Não faz mal, cria-se um novo clube! E há efectivamente uma "linha de influência" dentro do clube que é isso que pretende! Nos meios farenses dizem que Vitorino é um dos "liders" deste movimento, em parcereia, como agora se diz, com um sócio de nome Roque que desconheço!!
Muito bem! Têm todo o direito, como sócios, de "votar na morte" do FARENSE!
Estão a fazer a sua campanha, e ao que parece, nas últimas horas têm-se inscrito inúmeros "novos futuros sócios"!
Só é pena que isto só aconteça na véspera do Dia D do FARENSE! No entanto, se os estatutos do clube não tiverem sido alterados, "qualquer candidato a sócio só poderá vir a ser depois de analisada e aprovada a candidatura pela Direcção"!
Não acredito que a Direcção do FARENSE se vá reunir hoje ou àmanhã, para tratar deste assutno! Eu, se fôsse Direcção, não o faria!
Portanto, e falando agora da Assembleia de àmanhã, está na mão dos sócios, sócios "verdadeiros" decidirem o que querem para o FARENSE! Eu, sem qualquer dúvida, voto na venda do terreno! E, não estou "entalado" com as finanças por letras avalisadas a favor do FARENSE!
VOTO NA CONTINUAÇÃO DO FARENSE! Podem dizer-me que sou um mau Farense pois não penso na cidade! Estão enganados! Tenho é a certeza que se o FARENSE acabar, o novo farense, que parece que até já tem nome, "farense 1910", muito rápidamente irá tentar promover a venda do S.Luís!
Quem não votar na venda do terreno está tão sómente a adiar o negócio por dois ou três anos e a ENTERRAR O VERDADEIRO FARENSE! Não contem comigo! Quero poder continuar a cantar o HINO do FARENSE coma mesma força como o fiz na 1ª. vez!
O meu voto, e sou sócio há uns aninhos, pois nem sonhava na altura que viria morar para Faro, o meu voto é:
****VAMOS FAZER RENASCER O SPORTING CLUBE FARENSE!****
***VAMOS VOTAR SIM***

AO NEGÓCIO IMOBILIÁRIO!

domingo, março 18

NÃOOOOOOOOOOOOO !!!!

NÃOOOOOOOO !!!! NÃOOOOOOOO !!!!

NÃOOOOOOOO !!!!




Vejam :- www.barlavento.online.pt/.../noticia?id=13451
e http://micportugal.org/
NÃOOOOOOOO !!!! NÃOOOOOOOO !!!!




Voltei, mas triste....

Depois de uma ausência forçada das "lides bloguistas", por questões profissionais e porque "andei por aí" a organizar um pequeno evento, que pode ser conhecido em http://faroanos60.blogspot.com/, aqui estou de novo, para "dar uns tiros, que às vezes me acertam nos pés", e sobretudo para falar da nossa terra e do nosso Algarve!
E confesso que estou profundamente triste! Mudaram o nome da minha região e eu "não fui nem perdido nem achado" para dizer se queria ou não! Ah! Não fui só eu?! Foram todos os algarvios?!
E eu que julgava que era o único que não tinha sido consultado....
Pois na passada sexta-feira à noite telefonou-me uma Amiga, muito indignada, pois tinham mudado o nome da nossa região! Acalmei a Isabel e disse-lhe que nada sabia e portanto não me manifestava!Ìa tentar saber para poder falar! Entretanto, por diversas vias fui sabendo que o Algarve se passaria a chamar Allgarve, (diga-se Ólgarve), por questões de promoção além fronteiras! Confesso que ainda não consegui colher informação oficial sobre o assunto, e portanto, tudo o que aqui vou escrever fica condicionado à veracidade da questão!
Disseram-me então que Algarve já não era! Agora é "Ólgarve"!Mas porquê?
Há muitos anos o Manuel Merda andava muito chateado com o nome que tinha até que decidiu mudar o nome! E mudou mesmo! Deixou de ser Manuel Merda para ser João Merda.....
O que levou os "iluminados" desta região/país a mudar o nome de Algarve? Soa melhor"Òlgarve"? Eu acho que não!
O Al ainda "rima" com areal, Esteval, Portugal,.... Mas o "Ól", só se fôr com urinol!
E esta nossa ampla democracia permite que um qualquer mude um nome de uma região, sem dar "Cavaco" a ninguém? E será que Cavaco vai gostar de passar a dizer que é Ólgarvio?
Eu, e que me desculpem o provincianismo, vou continuar a dizer Algarve! Desde que me conheço que falo em Algarve! Que eu saiba ainda não fômos invadidos, ou já teremos sido(?), por nenhuma potência que chegue aqui e mude isto tudo, sem escutar os algarvios!
Vou continuar a dizer que sou algarvio, e não "ólgarvio"! Vou recusar-me a usar esta "nova palavra"e convido todos os algarvios a "resistirem" a este "estrangeirismo(?)"!
Se a moda pega, qualquer dia temos Portugol, Àlhão, Ólportel,Ólbufeira,Ócaraças.....
E Apolinário gostará de ser Ópolionário? E Alberto Costa gostará que lhe chamem Ministro Ólberto? E Aníbal gostará de ser Ónibal? ....Mas, não liguem! É que eu devo estar a ficar ólmariado e só digo óldrabices! Ómanhã, quando chegar ao meu locól de trabalho vai ser uma confusão! Os meus colegas Óleluia, Olivól, Ólmeida, vão dizer que su me passei dos carretos!
Vamos ter que voltar para a escola para aprender o ólfabeto, e falar a nova língua Ólgarvia!
Vão treinando:- ólforreca, ólameda, generól,constitucionól,canól, ólpinista, ólfarrabista,....
E já agora ficam aqui uns avisos à AMOL para não se esquecer de mandar ólterar a letra do Hino do Ólgarve, às Câmaras de Faro e Loulé, para retificarem o nome do Estádio Ólgarve,
à RT do Ólgarve para imprimir novas brochuras correctas, ao Hospitól, ao Tribunól, a Ólcoutim, a Ólfarrobeira.......
Oh! Potugol, Portugol, dói-me a ólma com o que aqui acontece!
Vamos voltar ao PREC e gritar com força "Ólgarve nunca mais"!

Fica aqui a letra de uma música bem conhecida de Jorge Palma....

Portugal, Portugal
Tiveste gente de muita coragem
E acreditaste na tua mensagem
Foste ganhando terreno
E foste perdendo a memória
Já tinhas meio mundo na mão
Quiseste impor a tua religião
E acabaste por perder a liberdade
A caminho da glória
Ai, Portugal, Portugal
De que é que tu estás à espera?
Tens um pé numa galera
E outro no fundo do mar
Ai, Portugal, Portugal
Enquanto ficares à espera
Ninguém te pode ajudar

Tiveste muita carta para bater
Quem joga deve aprender a perder
Que a sorte nunca vem só
Quando bate à nossa porta
Esbanjaste muita vida nas apostas
E agora trazes o desgosto às costas
Não se pode estar direito
Quando se tem a espinha torta

Ai, Portugal, Portugal
De que é que tu estás à espera?
Tens um pé numa galera
E outro no fundo do mar
Ai, Portugal, Portugal
Enquanto ficares à espera
Ninguém te pode ajudar

Fizeste cegos de quem olhos tinha
Quiseste pôr toda a gente na linha
Trocaste a alma e o coração
Pela ponta das tuas lanças
Difamaste quem verdades dizia
Confundiste amor com pornografia
E depois perdeste o gosto
De brincar com as tuas crianças

Ai, Portugal, Portugal
De que é que tu estás à espera?
Tens um pé numa galera
E outro no fundo do mar
Ai, Portugal, Portugal
Enquanto ficares à espera
Ninguém te pode ajudar
Ai, Portugal, Portugal
De que é que tu estás à espera?
Tens um pé numa galera
E outro no fundo do mar
Ai, Portugal, Portugal
Enquanto ficares à espera
Ninguém te pode ajudar
Rui Malheiro e Tiago Leitão

sábado, março 10

Um Portugal inédito

Portugal é um País de "situações inéditas"!
Agora um arguido "qualquer" quer ser julgado não no local próprio, no Tribunal, mas sim na televisão...
Se isto pegar, eu, quando fôr julgado, quero que o julgamento seja no CheSsenta Bar e com música ao vivo, e de preferência com muita cerveja.....
Há dias um "qualquer" outro, candidatou-se ainda antes de estar demitido! Demito-me mas quero continuar.....
Num hospital um "qualquer" enterrou o morto que não era e deixou cá fora o morto que era...
Em Faro parece que um "qualquer" que não está na Câmara manda mais doque o que lá está...
Um outro "qualquer" anda a fechar as urgências que não deve e deixa aberta as que deve fechar....
Um político "qualquer" que foi presidente dum partido de onde se demitiu, agora quer outra vez o partido para si....
Um governo "qualquer" incentiva o abate de viaturas velhas mas faz leilões da sua sucata...
Um tipo "qualquer" inventou o Dia da Mulher e conseguiu assim que seja o dia, ou melhor, a noite, em que se encontram mais mulheres "torcidas"...
Um "louco qualquer inventou" um País chamado Portugal que se tornou o Páis mais inédito do planeta....
Provávelmente, no futuro, os Nobel serão para atribuir a estes iluminados....
Bom fim-de-semana

terça-feira, março 6

Vale o que vale...

Carta de A.Ferreirinha a Henrique Lacerda
Recebi e deixo à apreciação.

Golpada do 25 de Abril
Caro
Henrique Lacerda

Já somos todos crescidinhos, (ou pelo menos devíamos sê-lo...), logo, o conhecimento e o esclarecimento deveriam ser prioridades na vida das pessoas, por mais humildes que elas sejam.....infelizmente, a sociedade portuguesa compõe-se ainda, de muita gente que gosta de cultivar o sentimento do "coitadinho" porque, assim sendo, quanto mais coitadinho for, melhor será a "esmola".....
Se, como no início referi, houvese mais cultura, mais conhecimento, (e cultura e conhecimento, não têm que ver com condição social, nem com o facto de ser rico ou pobre....pode-se ser culto, vivendo mesmo numa barraca....), seria fácil perceber, que não há sociedades perfeitas! Nunca irão haver e faz parte da condição humana todas as diferenças culturais, sociais e económicas a que estamos sujeitos....porque, afinal, também todos nós somos diferentes com capacidades também distintas uns dos outros........
A democracia, só é um regime ideal para os sonhadores de uma utopia cuja cegueira não permite que vejam um pouco mais além.....talvez porque, as regras sejam tão permissivas que tudo vale, desde que que a bandeira se chame Liberdade.....mas resta saber o preço da liberdade.....Sim, porque a liberdade tem um preço....Churchill já dizia no seu tempo, que a democracia era o mal menor de todos os regimes.....e senão vejamos:
em pleno século XXI estamos a lidar com várias guerras mundiais: a guerra contra o terrorismo, a guerra contra a pedofilia, a guerra contra o choque das religiões, a guerra por um lugar onde se possa morrer com dignidade e em paz e a guerra contra a insegurança que graça por este país fora.....Salazar, foi um homem que foi ultrapassado pelo tempo, com os seus defeitos e as suas virtudes.....quer queiram quer não, foi um estadista cuja honestidade e integridade de carácter jamais pode ser posta em causa.....não conheço actualmente nenhum membro de governo pós 25 de Abril, que nâo tenha uma boa casa, um bom emprego, um bom carro e uma boa conta bancária.....
Gostaria de Acrescentar, que a golpada do 25 de Abril, teve um ensaio, promovido pelos comunistas, que foi o golpe das Caldas....este golpe foi denunciado pelos próprios comunistas que pretendiam assim, distrair as forças da polícia política para uma nova dinâmica que não permitisse qualquer suspeita do golpe em Abril.....Se repararmos bem, os militares presos no golpe das Caldas foram traídos pelos próprios Kamaradas sem qualquer sentimento de culpa......também seria bom lembrar, que o Partido Comunista Português, tinha uma missão que a cumpriu integralmente, a mando da ex-União Soviética e que era descolonizar a qualquer preço e entregar as colónias a Moscovo.....Só não foram para o poleiro, porque Franco, aqui ao lado em Espanha, ameaçou avançar pelo país dentro, caso os comunistas viessem a tomar o poder...nesse aspecto, Álvaro Cunhal perdeu e não piou.....
Quanto à situação das ex-colónias, muita gente mal informada, pensa que os portugueses que lá viveram e lá construiram uma obra ímpar, queriam a todo o custo continuar na mesma situação privilegiada (como era designada a vida dos mesmos em África...).....Nada mais errado!!!! Nunca conheci ninguém que fosse contra a independência das ex-colónias.....a única coisa que estes portugueses pretendiam, era ter o direito de poder escolher para onde irem viver....esse direito foi-lhes retirado quando precipitadamente os entregaram ao seu próprio destino......sendo que esse direito, é um direto inaleanável consagrado na carta dos princípios éticos e morais.....e é de facto, da falta de moralidade que este país está cheio e culminou com o 25 de Abril.....Conheço em Portugal, gente humilde, que nunca aceitou a forma como os seus parentes, amigos e conterrâneos, foram tratados em África.......e não vale a pena tentar tapar o sol com a peneira, porque o próprio Marchal Gomes da Costa, antes de morrer fez um mea culpa, desculpando-se com a impotência do Governo Central em manter as tropas portuguesas em África. Também seria bom lembrar que com a instauração do COPCON, liderado pelo Otelo Saraiva de Carvalho, até porcaria de cavalo, obrigou alguns presos sob a sua alçada, a comer.....e os métodos de tortura não ficaram por aqui.....só não se recorda destes epísódios, quem de facto está de má fé.....Era o triunfo dos Porcos........e os Porcos, deixaram que África de língua portuguesa, se neo-colonizasse, se esventrasse e deixasse os seus filhos, morrerem de fome.......E os Porcos deixaram que a memória dos que morreram ao serviço da Nação, fosse manchada pela cobardia e pelo único objectivo que tinham em mente: a União Soviética....... que anos mais tarde ruiu pôdre e caquética.......Mas a vingança serve-se sempre como prato frio.....afinal, nem os " grandes libertadores", conseguiram manter-se nas boas graças do governo de Angola (só para dar um exemplo...).....aquando da viagem a Angola de José Sócrates, este bem insistiu com o governo de Luanda, no sentido de se promover a abolição de vistos entre os dois países e o Presidente José Eduardo dos Santos, mandou Sócrates dar uma grande corrida pela marginal.....é que Angola não precisa de Portugal para nada.....lamentavelmente, nem as relações externas foram consolidadas de modo a possibilitarem às nossas novas gerações, um mercado de trabalho onde poderiam encontrar alguma solução para as suas vidas tão jovens e tão desperdiçadas.......a esperança de uma pequena luz ao fundo do túnel está tão distante......O mercado de trabalho, como se sabe, tem sido Inglaterra, Irlanda e outros países da europa.....Em suma, foi este o desfecho com todas as consequências inerentes, que os "gloriosos do 25 de Abril" nos deixaram como legado!!!!!!
Penso que se deve reflectir bem, sobre esta matéria, para que não se façam juizos de valor precipitados sobre pessoas que, por muitos erros que tenham cometido, nunca prejudicaram o seu povo ou o seu país....... A factura tem sido bem elevada, pensem nisso....
A si Caro Henrique Lacerda, agradeço o facto de ter defendido o país em que vivíamos com toda a sua dignidade de soldado, honrando a fada que envergou naquela época.....de facto, há muitos registos, sobre algumas personalidades de hoje, que, sob o pretexto de serem contra a guerra, fugiram para Paris, a cidade das mil e uma noites da Europa levando uma vida bastante confortável em comparação com a vossa, nas zonas a que se refere e que eu conheçi bem.......tempos duros aqueles..... tiro-lhe o chapéu!!!!!
A Ferreirinha

"Apanhados..."

Recebi do meu Amigo Francisco Almeida, a quem agradeço, um site com "Apanhados da TV"!
Um pouco de diversão em tempos pouco divertidos....
Apanhados da televisão portuguesa - 7/8 (RTP)

domingo, março 4

Novo BMW apresentado em Portugal

Desloquei-me há dias a Lisboa para uma reunião profssional!
Quando lá cheguei deparei, no mesmo sítio, com uma frota de novíssimos BMW que estavam a ser apresentados à imprensa europeia!
O nosso país está a ser um local de excelência para este tipo de eventos!
Também o Algarve já tem recebido acontecimentos destes que são uma mais valia sobretudo quando acontecem em época baixa!
É mais um nicho de mercado a explorar!
Venham muitos....

quinta-feira, março 1

Peço Desculpa

Que me desculpem os habituais "clientes" do "Faro este", pois sei que os tenho andado a "servir mal"! Uma sobrecarga de trabalho(s) não me tem permitido dar a assistência necessária!`É a tal situação de "tocar muitos instrumentos e depois não se toca nenhum bem"!
Pois, esta "música" vai prolongar-se por todo este mês! Prometo depois aparecer com mais força e com alguns "casos"! Até lá, irei fazendo o possível, para passar por aqui deixar alguns artigos que recebo e que acho com algum interesse! E vai ser assim hoje...

UMA QUESTÃO DE TAMANHO
“Portugal engravatado todo o ano a assoar-se à gravata por engano”.
Fernanda Leitão \ Canadá

Tinha Salazar caído da cadeira há uma temporada e vivia-se aquele tempo enervado que por inteiro cabia na corriqueira frase “mas quando é que esta chatice acaba?”, quando apareceu em Lisboa um pitoresco casal de literatos oriundo da alta burguesia do Porto. Ambos bonitos e jovens, ambos vestidos e penteados pelo mais romântico figurino do século XIX, ambos irreverentes e dados a provocar agitação.
Um belo dia convidaram o Chiado em peso, o que incluia territórios tão rapioqueiros como o Bairro Alto, o Rossio e zonas aderentes, para um sarau de poesia na Sociedade de Belas Artes. Caíu lá o Carmo e a Trindade, ao cheiro de uma seroada catita. O salão rebentou pelas costuras e, pelo agitado colorido da multidão, mais parecia o ensaio geral dos comícios políticos a vir. O espectáculo começou por uma saborosa explicação do literato que, nessa noite, parecia arrancado a uma página de Eça de Queiroz: vários declamadores iriam dizer poesia, sem indicar título nem autor, sendo os aplausos cronometrados e assim se apurando o Grande Poeta.
Os declamadores não eram conhecidos mas debitaram com garra um caudal de poemas de que os aplausos eram cronometrados compenetradamente, muito à séria, pelo literato de olho azul, cabelo loiro, barbicha mefistofélica e risinho de má promessa.
Quando foi proclamado o resultado final, fiscalizado por uma comissão ad hoc, tinha ganho o poeta Zé dos Anzóis e atirados à humilhação de uma derrota imensa Fernando Pessoa, Almada-Negreiros, Mário de Sá Carneiro e... até Camões.
Ainda hoje oiço o berro indignado de Natália Correia, logo abafado pela estrondosa gargalhada da multidão.

Era o primeiro sinal de que o povo não se deixa enganar por impostores mal amanhados.Parece que a BBC levou com ligeireza e sentido de humor o concurso, esse mesmo que, vertido para Grandes Portugueses, tão a sério foi levado em Portugal por aqueles a quem certamente Alexandre O´Neil se referia quando escreveu “Portugal engravatado todo o ano/ a assoar-se à gravata por engano”.
Só assim se compreende a gritaria de que a democracia estaria em perigo por terem ocupado lugares de destaque Salazar e Cunhal...
Num país de 10 milhões de habitantes no território europeu e cerca de 5 milhões espalhados pelo mundo, 19 mil votos são uma gota de água. E absolutamente esperados de minorias sempre activas e muito mais o são quando se trata de terem alguma visibilidade, enfim aquelas que praticam o voto militante.Devo confessar que me diverti a ouvir a declaração de amor, em voz empostada, a Cunhal por uma deputada que, visivelmente, gostaria de ter pisado as tábuas do palco do Teatro Nacional no tempo da Senhora Dona Amélia Rey Colaço. E também devo confessar que fiquei edificada com a evolução de linguagem de Jaime Nogueira Pinto, que eu conheci rapaz salazarista a mil por cento, radical e odiando Marcelo Caetano. Tem agora um discurso de direita ma non tropo, a reconhecer a ausência de liberdades cívicas no anterior regime, que vai bem com a sua anafada postura de instalado na vida. Bourgeoisie oblige.
Os portugueses que estão muito para além dos poucos milhares de votantes nos ditadores Salazar e Cunhal, mais se revêem nos poetas, nos navegadores, nos reis que fizeram grande a nossa terra. Não se duvide que bem sabem como José Júdice acertou ao convocar documentos insofismáveis que provam, uma vez mais, a pior faceta do regime anterior: a hipocrisia, o farisaísmo. Nem se duvide que não esquecem também a falsidade e desamor a Portugal do ditador comunista.Tirando isto, que é a sério, o resto é para rir. Que país tão engraçado este que em tudo o que cheire a política logo leva a brigas de Sporting-Benfica... Ainda falta um bocado para se chegar à serenidade, à naturalidade, isto é, à democracia digna desse nome.
Fernanda Leitão - Canadá