segunda-feira, abril 28

sábado, abril 26

"Santa ignorância..."

Ignorância preocupa Presidente(CM)
Então o Sr. Presidente só agora é que está preocupado?
E qual é a sua "culpa" no assunto?
Foi Professor, Ministro, Presidente do PSD, Primeiro Ministro e chegou a Presidente da República...
O que é que fez , no seu percurso político, para que não acontecesse o que se está a passar?
NADA!
E tal como ele, ninguém fez, nem faz, nada!
E agora vem a preocupação?
É tarde !
A nossa juventude "virou as costas" à política e aos políticos!
Pudera!
Com aquilo que vê e ouve todos os dias, protagonizado por uma classe sem classe, não admira!
Veja-se "o escândalo da luta pelo poder do PSD!"
É uma vergonha! Um acusa outro de traição, outro diz que lhe "querem fazer a cama", ainda outro, que deu as provas que deu como presidente do partido e como primeiro ministro, tem a lata de se voltar a candidatar...
É com exemplos destes que querem ter a juventude junto da política?
Fazem eles bem em pensar noutras coisas...
E assim temos um país onde os menos jovens "baixaram os braços" e os mais jovens "viraram as costas"!
E, pergunto eu, será que não é isso que quem manda tem interesse que aconteça?
Estamos a voltar à trilogia "Fado, Futebol e Fátima"!
E quem manda, vai mandando a seu bel prazer...
"Oh! Portugal! Portugal! Onde é que tu vais parar ???"
Ficamos a ouvir José Mario Branco



sexta-feira, abril 25

Salão Automóvel de Lisboa


Para quem gosta, vale a pena visitar!

Faro comemorou Abril


Clique para ampliar
Faro comemorou Abril com um excelente espectáculo de Paulo de Carvalho, assistido por muita gente que vibrou com o reportório apresentado pelo "velhote"!
Lembro-me que a primeira vez que falei com Paulo de Carvalho foi quando ele, com "Os Sheiks", veio actuar na esplanada dos "Artistas"! "Há muito, muito tempo, era eu uma criança..."
Augusto Miranda estava feliz pela escolha do artista!
No "CheSsenta",com nova decoração e a condizer, Domingos dos "Iris", animava a noite ! Não faltou Zeca Afonso, Adriano, Fausto,Vitorino....à maneira!
Na rua "de baixo" num palco montado para o efeito, uma banda "tentava" animar a malta...
"Portugal comemora a data, esquecendo-se da essência..."

quarta-feira, abril 23

25 de ABRIL

Falar do 25 de Abril começa a ser difícil!
Tantos sonhos, tantas promessas, um Portugal novo....
Muito se fez mas muito falta fazer!
E será que alguma vez se vai fazer o que ainda falta?
Deixo-vos um poema...
O Cravo
A 25 de Abril de 1974
festejou-se a liberdade e o sonho
com hinos nos lábios,
com votos renovados de esperança.
O País aberto à verdade
e os braços estendidos aos Heróis,
às promessas e à confiança.
Foi dia de luta, de lágrimas,
de adeus às armas, de acolhimento,
de um sorriso para uma certeza.
As prisões e as torturas
queriam-se longe da lembrança.
Agora reforçavam-se os desejos
de uma Pátria nova Renascida,
de uma Pátria nova Portuguesa!
Porém,
o tempo passou
e um cravo rubro, solitário,
ficou na estrada tombado…
As desilusões esmagaram-no
e o Homem Novo ignorou-o,
tomando-o por vinho entornado.
E hoje,
é recordado com brindes e discursos de glória
esse dia que ninguém esqueceu.
Mas há novos pés, no silêncio, a pisarem
aquele cravo de sangue exaltado e vitória
que no auge da festa alguém perdeu.
No futuro,
uma criança,
brincando na areia da estrada,
encontrará o cravo
que à Revolução foi ceifado.
Ao romper de uma aurora,
com vigor, plantá-lo-á de novo,
para que a fé não se apague.
E crente nas razões do povo,
na sua justiça e na sua dor,
estará a plantar, sem o saber,
a mais doce força da Saudade,
o mais intenso poema de Amor.

Helena de Sousa Freitas

Fundadores do FaroMC

Começa a conhecer-se o "elenco" de Faro Mais Cidadania, que entretanto criou o blog Faro Mais Cidadania - http://faromaiscidadania.blogspot.com/

Anónimo disse...
Breve apresentação dos (primeiros) nove fundadores do movimento Faro Mais Cidadania
-Tiago Botelho - economista, técnico da Caixa Geral de Depósitos (área empresas) em Faro.
-Francisco Dias Neves - advogado com escritório em Faro.
-Hugo Leonardo - jurista, técnico da Segurança Social em Faro.
-Jorge Lami Leal - técnico da Administração Regional de Saúde do Algarve em Faro.
-Luís Pereira - médico (med. interna e intensiva) do Hospital Central de Faro.
-Miguel Alves - empresário (serviços) em Faro.
-Nuno Fernandes - economista, autarca na Freguesia da Sé (Faro) e dirigente associativo.
-Renato Pereira - docente na Universidade do Algarve.
-Ricardo Loureiro - empresário (restauração) em Faro.
Para os politicos com medo de perderem os tachos e as panelas,podem verificar quem são os homens que não tem medo de dar a cara para melhorar esta pequena cidade que se chama Faro.
Força e coragem a malta está com vocês.

segunda-feira, abril 21

FARO MAIS CIDADANIA - FaroMC

Recebi como cometário anónimo a um post mas entendo que deve ter uma divulgação especial! Um novo partido ou movimento em Faro? O tempo o dirá!
...........................
Anónimo disse...
Nasceu o movimento «FaroMC» para programar o futuro.
Os partidos políticos têm um problema: "gastam 99,9% do tempo a escolher candidatos para os lugares"; e 0,1% do tempo "a debater ideias".













Para contrariar este alegado vazio de ideias, nasceu o movimento Faro Mais Cidadania (FaroMC).
São pessoas de vários sectores da sociedade civil que querem contribuir para a resolução dos problemas da capital do Algarve, “com o conteúdo técnico rigoroso e cuidado”.
Em suma querem criar um “«argumentário eleitoral» de cariz técnico, com linhas de actuação específicas que poderá ser utilizado por qualquer lista candidata às eleições autárquicas”.
O movimento oficializou-se no passado dia 20 de Abril, após uma tertúlia realizada no café Aliança.
Coordenado pelo economista Tiago Botelho, inclui pessoas ligadas à Segurança Social, Administração Regional de Saúde, Universidade do Algarve, empresas, entre outras áreas e entidades.
“A criação deste movimento independente de cidadãos surge da necessidade sentida pelos promotores de qualificar de forma séria o discurso público relativamente às soluções a apresentar para a resolução dos problemas concretos de Faro”, lê-se em comunicado emitido pelo movimento.
O movimento FaroMC tem em vista o acto eleitoral autárquico de 2009.
Salienta que “embora desligado de qualquer partido político, pretende chamar à participação pública os cidadãos que queiram intervir na criação de um “dossier estratégico” de actuação do poder autárquico”.
Os interessados em participar poderão marcar presença na próxima reunião que está marcada para o dia 6 de Maio às 21:30 horas no café Aliança.
...................................................
A música é de Fausto a cantar: "Lá Vem a Nau Catrineta"





domingo, abril 20

Novos Ecopontos













Clique para ampliar

Ai, o sacana do Espanhol

De facto quem serão os sacanas ???
Pois é. Os espanhois são uns grandes sacanas, não são?
Ai o sacana do espanhol... que anda aqui a descobrir a careca aos corruptos do bisturi...
Em 6 dias operou tanto como 5 (!?!?) médicos num ano e por metade do preço cobrado na privada;- Médico espanhol fez 234 cirurgias em seis dias.
.......................................
Em seis dias, um oftalmologista espanhol realizou 234 cirurgias a doentes com cataratas no Hospital Nossa Senhora do Rosário, no Barreiro, num processo que está a "indignar" a Ordem dos Médicos.
Os preços praticados são altamente concorrenciais, tendo sido esta a solução encontrada pelo hospital para combater a lista de espera.
O paciente mais antigo já aguardava desde Janeiro de 2007, tendo ultrapassado o prazo limite de espera de uma cirurgia. No ano passado chegaram a existir 616 novas propostas cirúrgicas em espera naquela unidade de saúde.
Os sete especialistas do serviço realizaram apenas 359 operações em 2007 (cerca de 50 por médico num ano). No final do ano passado, a lista de espera era de 384, e foi entretanto reduzida a 50 com a intervenção do médico espanhol.
A passagem pelo Barreiro durante o mês de Março - onde garante regressar nos próximos dois anos, embora o hospital não confirme, foi a segunda experiência em Portugal do oftalmologista José Antonio Lillo Bravo, detentor de duas clínicas na Extremadura espanhola - em Dom Benito (Badajoz) e Mérida.
Entre 2000 e 2003 já havia realizado 1500 operações no Hospital de Santa Luzia, em Elvas, indiferente às "críticas" de que diz ter sido alvo dos colegas portugueses.
"Eu percebo a preocupação deles e sei porque há listas de espera tão grandes em Portugal.
É que por cada operação no privado cobram cerca de dois mil euros", diz ao DN o oftalmologista espanhol, inscrito na Ordem dos Médicos portuguesa, que cobrou 900 euros por cada operação realizada no Barreiro.
As 234 cirurgias realizadas no Barreiro, por um total de 210 mil euros, foi o limite possível sem haver necessidade de abrir concurso público internacional, sendo que o médico fez deslocar a sua equipa e ainda o microscópio e o facoemulsificador.
O hospital disponibilizou somente um enfermeiro para prestar apoio.
........................................
Sem comentários, digo eu!
Posted by Picasa

Lá foi mais um...

Posted by Picasa

quinta-feira, abril 17

Demitiu-se o presidente!
Este aguentou 5 meses ...
Com oposições destas o partido do governo está como quer...
E agora Dr. Mendes Bota?Estava quase a voltar à ribalta da política...
O "folhetim" segue no próximo congresso....

quarta-feira, abril 16

Dia Mundial da Voz

No Dia Mundial da Voz, deixo-vos Paulo de Carvalho,
que estará em Faro nas comemorações do 25 de Abril,
com o tema
"E Depois Do Adeus" !

segunda-feira, abril 14

Algarve-Regionalização! SIM ou Não?

Na tentativa de "dar vida ao Faro Este", e na sequência de alguns comentários recentes, venho hoje submeter a discussão o assunto da Regionalização!
Eu, como já assumi várias vezes, sou pela Regionalização!
Mas que tipo de Regionalização?
Como é sabido existe já um movimento pró Regionalização!
Mas, quando vejo à frente do mesmo um tal Mendes Bota, fico logo a pensar que é um movimento para alguns se aproveitarem, relegando para segundo plano a Região do Algarve!
"Todos os algarvios já sentiram na pele o efeito da regionalização de uma região que não somos!"
Até Cavaco Silva, em determinado período da sua carreira política, confessou que tinha deixado o Algarve para trás para não dizerem que por ser algarvio estava a dar benesses à sua região...
Entendo que face às particularidades, algumas naturais, do nosso Algarve, podíamos ter uma administração autónoma, que certamente saberia melhor que um governo central, as prioridades da zona!
Por outro lado, as receitas geradas pela actividade principal da região, o turismo, em vez de irem para Lisboa para despois serem atribuídas ao Algarve de forma, muitas vezes anarca ou irracional, seriam atribuídas por quem sabe o que se passa na região!
A acrescentar a isto, o poder centralizado leva, por exempo, á situação incrível que é o Algarve ter um deputado, julgo que de Aveiro, que do Algarve conhece Vilamoura e a Quinta do Lago....
Mas, há vários perigos na Regionalização!
Não vou falar do Alberto João mas não deixo de pensar que "o fenómeno" pode acontecer aqui!
Por outro lado os "jobs for the boys" podem virar "jobs for algarvians"!
O bairrismo é salutar e se a regionalização tiver esse cunho, podemos todos beneficiar!
Vamos aguardar que os defensores de uma e outra causa nos esclareçam aqui sobre o que será melhor!

domingo, abril 13

sexta-feira, abril 11

Para que serve o "Faro Este"?

Para que serve um blog ?
As respostas são mais que muitas e todas podem estar correctas!
É um diário, uma forma de comunicar, um espaço de arte, um espaço com fins comerciais, uma forma de fazer jornalismo, etc., etc., etc..
No caso do "Faro Este" é a maneira que o administrador encontrou para se falar dos problemas de Faro!
E será que tem conseguido aquilo a que se propôs?
Tenho dúvidas e isso gera em mim uma desmotivação que tento combater!
Será que vale a pena continuar?
Encaro o meu blog um pouco à semelhança do que faço com a música!
Quando toco é para meu prazer! Se isso puder gerar prazer a quem ouve, ainda bem!
O "Faro Este" vive um pouco da mesma maneira!
Quando coloco um "post", isso dá-me "prazer" e fico a aguradar o retorno!
Se na música, o retorno é no fim da música, com palmas, assobios ou apupos, aqui o assunto é mais delicado!
Há os visitantes silenciosos, que nada dizem, há os visitantes participativos, que comentam o post, há os visitantes do "bota abaixo", que são oposicionistas militantes, há os "seguidores cegos" que se se diz alguma coisa do seu "mestre" vêm ofender toda a gente, há os anónimos mal intencionados, que se escondem no anonimato para fazerem escandalo, e há todos os outros!
Para mim todos são bem vindos! Mas, se "espremermos o limão" sai algum sumo?
Uma grande parte dos comentários, valem zero !
Digamos que 20% têm qualidade e geram salutar discussão sobre os problemas da nossa terra!
E porque é que os Farenses não participam mais?
Comodismo? Talvez!
Desinteresse pelos problemas? Não quero acreditar!
Então, uma vez mais, deixo aqui um convite a todos os Farenses de bem, para usarem este espaço para discutir os problemas da nossa cidade!
O "Faro Este" precisa de "tiros" de um lado para o outro!
Precisa de àcção, de debate, de participação!
Só assim se justifica a sua existência!
Caso contrário, não tem razão de existir!
E a ser assim, poderá virar "Faro-Adeus"!
BFS que vou para a serra!
Posted by Picasa

quinta-feira, abril 10

Liceu de Faro - Anos 60

Recebi do João Vieira Branco, a quem agradeço, esta foto
de "artistas" dos Anos 60 do Liceu de Faro!
Quem são estes "promissores jovens"?

Posted by Picasa

terça-feira, abril 8

Já passaram três anos...

Em 3 de Março de 2005, nasceu o "Faro Este"!
Já passaram três anos e pouco ou nada mudou...., ou melhor, saiu da Câmara José Vitorino, e ???
Releiam e depois digam de vossa justiça!


Faro Só
Acabou de nascer este blog!
Porquê?Nem eu sei bem.....
Talvez por "ser moda" ter um blog!Ou talvez não!!
Faro é uma cidade SÓ comparavel a cidades "sem vida, cujos habitantes vivem tristes, onde nada acontece e onde ninguém se revolta"!
Será demasiado pretenciosismo querer criar um espaço onde os farenses se manifestem e se "revoltem" contra "o mau estado de sítio" que Faro vive, e "pegar o touro pelos cornos" e dizer o que lhe vai na alma, acusando quem tem culpas no cartório!!
Cá para mim, José Vitorino (os ciganos chamam-lhe Vitó) é um dos principais responsáveis pelo que se passa e não se passa em Faro!!
Será que as obras no Mercado Municipal estão paradas mesmo por falta de verbas? Ou, com esta paragem a inauguração enquadra-se melhor na campanha eleitoral que aí vem??
Responda quem souber!!!
E, Faro Capital da Cultura???? Alguém sabe o que se passa com este evento???
Afinal vai ou não haver uma verdadeira Capital da Cultura?? Já se fala em continuar(?) em 2006!! Ou será começar em 2006?
Como farense tenho vergonha da imagem que a nossa cidade transmite!!
E para inauguração do blog, fico por aqui! Despeço-me com uma quadra

Faro,Capital da Cultura,
Sem Teatro Municipal,
O Mercado está parado
Isto anda mesmo mal!

segunda-feira, abril 7

Uma noite nas Urgências do Hospital de Faro

Domingo, Março 02, 2008
Uma noite nas Urgências do Hospital de Faro
Sou hemofílico, uma condição física que me coloca em risco acrescido permanente e que aprendi a relativizar de modo a viver uma existência não condicionada pela ameaça da doença.
Ontem de manhã tive uma hemorragia.
O sabor férreo do sangue na boca começou de manhã, pelas 8horas, após o pequeno-almoço.
Como estava a mais de 100 km de distância do Hospital Distrital de Faro e porque já sabia o que me esperava (este verbo é o verbo certo – esperar), tomei precauções e adiei o inevitável: bebidas geladas, gelo triturado, repouso e a esperança que os 20% de Factor VIII que a genética me concedeu fizesse o seu trabalho de coagulação. Não fez.
Pelas 17 horas, já farto de me sentir um Drácula de mim mesmo, fiz-me ao caminho, sozinho de carro, até ao Hospital Distrital de Faro.
Durante a viagem, pela Via do Infante, telefonei para o Hospital e pedi para falar com a Hematologia, porque sei que geralmente nestas situações o especialista administra 1000 unidades de factor VIII: "ah, Hematologia não temos, só Serviço de Sangue. Vai ter que vir até às urgências."… senti um arrepio, agradeci e desliguei o telefone.
Continuei a viagem temeroso do tormento antecipado.No atendimento inicial, às 19 horas, tudo foi muito bem.
Explicado ao funcionário do guiché a minha condição e estado, fui encaminhado para o atendimento de triagem dentro da Urgência
E pronto, havia chegado ao purgatório. A enfermeira da triagem, criatura inexpressiva perante a minha informação de que era hemofílico e sangrava desde das 8 horas da manhã, atribuiu-me uma fita amarela (Método de Triagem de Manchester – do menos grave para o mais grave: verde-amarelo-laranja-vermelho) e fui para uma sala denominada apropriadamente de "Sala de Espera".
Lá dentro as pessoas sofriam, o que é espectável num hospital.
E sofriam com dores? Sim, também, mas não só.
Desesperavam com a espera e a ausência de informações.No final de tudo, às 00:15 minutos do dia seguinte, conclui que a espera desesperante, desde a cor verde até à cor laranja inclusive, não foi para todos eles inferior a 5 horas.
Assisti, entre o purgatório da sala e o inferno da Urgência própriamente dita, a algumas cenas verdadeiramente deploráveis e inaceitáveis. Os corredores estavam apinhados de macas com doentes, dezenas, quase todos idosos.
Vários gritavam e choravam sem que lhes fosse dada qualquer atenção digna desse nome.
O cheiro a fezes e urina era impressionante.Da sala de (des)espera até à sala de atendimento havia apenas uma estreitíssima passagem por entre as macas amontoadas de doentes.
São cerca de 50 ou 60 metros que percorri 8 vezes, ida e volta: às 20 horas, perplexo, quando fui atendido por um médico extenuado que estava de banco desde o dia anterior; depois, horrorizado, às 21horas quando me fizeram análises ao sangue entre macas e uma confusão de gente; novamente às 22:00 quando me administraram o Factor VIII; e às 00:15, quando finalmente me foi dada alta sem quaisquer outras recomendações.
A brutalidade das condições físicas do espaço e principalmente a desumanidade com que alguns dos funcionários se dirigem aos doentes merece este comentário: observei gritos de funcionários para com alguns doentes perante o olhar impávido dos médicos presentes, vi gestos de humilhação pública - entre outros, a prática da mudança das fraldas aos incontinentes à vista de toda a gente.
Também assisti, como todos os utentes que passam pelo longo corredor por entre as macas até ao balcão de atendimento, ao banho sem condições de privacidade e reserva da intimidade, tudo desnudadamente feito entre discursos de contenção pseudo-técnicos que infantilizam os enfermos que se queixam, uns entre gritos lancinantes, outros entre queixumes ininterruptos.
Um horror inaceitável.Faz-me recordar, infelizmente, os meus tempos de estágio em Coimbra, quando numa visita da então Ministra da Saúde - de má memória para os cidadãos com hemofilia e para as famílias dos hemofílicos contaminados com VIH – os doentes que estavam depositados como meros objectos nos corredores das urgências foram retirados pelos elevadores para os pisos superiores de modo a esvaziar o Serviço até passar sua Excelência e a comitiva de jornalistas que a acompanhavam, tudo para efeitos de propaganda. Ninguém me contou, eu assisti.
Ontem, tal como outrora, ninguém me relatou seja o que for, eu vi e sobrevivi à situação, não sem sair dela outra vez com desgosto profundo e memórias visuais do absoluto sofrimento e da miséria
Malveiro
Recebi do meu Amigo Matos Junça, a quem agradeço, e é extremamente triste, por razões óbvias" que deixo aqui este testemunho!
Posted by Picasa

domingo, abril 6

Antigos Alunos do Liceu Nacional de Faro


Olá moças e moços!
Olá Juventude!

Antigos alunos do Liceu Nacional de Faro das décadas 50 e 60!


Para manter viva a convivência de anos anteriores, estamos a dar-vos conhecimento que aceitámos responder ao desafio da Organização anterior e que vamos organizar o Encontro/Almoço, a realizar em
Lisboa, a 4 de Outubro de 2008

ATENÇÃO:
A fim de se poder definir os meios logísticos, informa-nos da tua disponibilidade para participares e se vens só ou acompanhado, impreterivelmente até ao dia 31 de Maio de 2008.
Se recebeste este convite por outra via que não o e-mail, e se o tiveres, informa-nos o teu endereço electrónico para facilitar o contacto.
DIVULGA

PS: Em Junho 2008 voltaremos a contactar, indicando o programa e condições

A Comissão Organizadora


COMISSÃO ORGANIZADORA
ANABELA BUISEL CONCEIÇÃO SILVA
CARLOS PICOITO FELISBELA SANTOS
CARLOS VIEGAS FILIPE DINARTE COELHO
HELDER AMARO JOÃO FAZENDA
JOÃO SADLER JOSÉ ZEVERINO
LUIS FARROBO

COMISSÃO ORGANIZADORA ALARGADA
DINARTE VEDES LINA VEDES
MARGARIDA A. FIGUEIRAS MANUEL FIGUEIRAS
FÁTIMA RAMOS

COMISSÃO DE HONRA
FRANCISCA PRUDÊNCIO ANTÓNIO FELIX
JOSÉ NASCIMENTO

CONTACTOS:

Conceição Silva
Travª do Giestal, 10 - 3 dtº
1300-278 Lisboa 1170-185
conceicaoslsilva@gmail.com 213620859 – 936258568
Felisbela Santos 309965032 – 967357788
felisbelasantos@gmail.com
Dinarte Coelho
Rua Quinta da Nora, 2 -7º C
2795- Carnaxide 1500-259
dinarteccoelho@hotmail.com 214172777 – 966024124
Luís Farrobo 217609077 - 969016821
lfarrobo@gmail.com


Comissão Organizadora do Convívio/2008 dos
Antigos Alunos do Liceu de Faro

quarta-feira, abril 2

Farense - Futuro Preocupante

Ontem, na apresentação do livro de José Romão Ferreira, Zé Bento, "Até já meu Amigo", e em dia de aniversário do S.C.Farense, soube que a próxima época desportiva do Farense está em risco....
Nesta "república das bananas" onde tudo acontece, o processo do negócio imobiliário do S.Luís, quando se julgava que estivesse na fase final, voltou à estaca zero!
Um "núcleo duro" de Grandes Farenses tem suportado os custos da actual época, na perspectiva de que na próxima já haveria "algum oxigénio" que permitiria encará-la com alguma tranquilidade !
Acontece que as entidades que regulamentam a reconversão do estádio, não só não emitiram os pareceres necessários como "deliberaram" que todo o processo teria que começar do princípio!
Com este novo"timing", não vai haver verba para continuar a excelente carreira do Farense, rumo ao lugar que merece entre os grandes, por direito próprio, e se não houver vontade política, todo o recente trabalho ficará "penhorado"!
Em minha opinião, é preciso haver um forte empenhamento das forças políticas da cidade, com especial relevo para a Câmara, para rápidamente se chegar à estabilidade necessária!
Estamos perante uma decisão única e simplesmente política, que os políticos têm que resolver!
O Dr. José Apolinário, e os seus pares, "têm na mão" o futuro do Farense!
Os partidos da oposição, têm claramente que se definir e dizerem se querem acabar com o nosso clube, ou, se querem que ele seja novamente um estandarte da cidade e da região!
"Maldita política que onde toca infecta tudo....."
Posted by Picasa