segunda-feira, janeiro 12

“A festa das eleições”

Ela aí está “a festa das eleições”!
Ainda vêm longe mas já começa o burburinho!
Isto porque sendo importantes as datas que irão ser marcadas para as mesmas, mais importante ainda é saber se serão disputadas individualmente ou em simultâneo!
O PR parece ter mostrado intenção de marcar as legislativas em simultâneo com as autárquicas!
Vai daí o PM diz que não!
E porquê? Porque, por arrastamento, umas podem influenciar outras!
Vejamos:- Se Macário Correia for o candidato do PSD à Câmara de Faro, as pessoas irão colocar a cruzinha no partido que o propõe, no caso PSD.
Ora, pode muito bem acontecer, que para uma percentagem substancial de eleitores, no boletim para as legislativas o eleitor possa ter tendência para colocar a cruzinha novamente no mesmo partido!
Obviamente que o inverso também é verdadeiro!
Mas nas últimas autárquicas o PS não teve maioria....
Claro que o PSD nada tem a perder, antes pelo contrário, mas já o PS pode sair penalizado nesta matéria!
Portanto, e em termos práticos, temos o PS contra a marcação das eleições legislativas ao mesmo tempo que as autárquicas, e o PSD, sem nada dizer, a desejar que tal aconteça!
Mas quem decide é o PR e se nos recordarmos da “canelada” que este levou dos socialistas com o estatuto dos Açores, se calhar é agora altura de Cavaco “devolver a canelada”!
E como neste jogo até não há árbitro...
Temos então que “o ano de todas as eleições” começa animado e ainda agora a procissão não saiu da Igreja!
“Vai ser uma ano de festa permanente, com cada um a puxar para seu lado e o país a andar para trás”!
Oh! Portugal, Portugal...

3 comentários:

Anónimo disse...

Antes de votarem passem ás urgências do HDF. Eu votava S:JOÃO de DEUS.
ESteiro da Mula.

Anónimo disse...

ou muito me engano ou quem convoca as eleições autárquicas é o Governo.

Anónimo disse...

As eleições legislativas e autarquicas devem ser no mesmo dia.

Tem algum jeito gastar balurdios de dinheiro para fazer duas eleições com quinze dias de intervalo?