segunda-feira, novembro 16

M de Moto Clube de Faro

Apesar de alguém ter alvitrado que aqui se falasse da recente polémica da legalização dos Ar Condicionado, uma vez que o assunto foi devidamente escalpelizado noutro blog de Faro, torna-se extemporâneo, voltar a falar dele!
Assim, o M levou-me a Moto Clube de Faro instituição farense que merece de todos muita consideração.
Todos sabemos que o acontecimento mais mediático que acontece em Faro, é a Concentração organizada pelo Moto Clube de Faro!
Se noutra época era o Farense quem mais fazia a promoção da cidade, pelos motivos que são conhecidos é agora o Moto Clube quem mais faz falar-se de Faro!
Foi nos anos 70 que um grupo de amigos apaixonados pelas motas criou o Moto Clube de Faro!
Durante anos a sua sede foi na R. Cidade Hayard, numa pequena semi-cave, onde todas as noites lá estavam os homens das motas!
Só se formalizaram em Fevereiro de 1982, mas contando já nessa data com a realização de vários eventos!
Neste ano organizam também a 1ª. Concentração de Motas de Faro, que juntou cerca de 200 motards sendo quase todos estrangeiros!
Foi o pontapé de saída para o grande acontecimento que hoje continua e se deseja se prolongue por muitos anos!
Na fase inicial o Moto Clube de Faro enveredou pelo motociclismo tendo organizado algumas provas de velocidade e motocross que serviram para mostrar o interesse dos algarvios pela modalidade, e ao mesmo tempo mostrou a capacidade organizativa do Clube!
Esta capacidade organizativa está bem patente em todas as concentrações que o Moto Clube tem levado a efeito, e já foi publicamente reconhecida pela cidade que homenageou o Clube, e internacionalmente pela Federação Europeia de Motociclismo e pela Federação Internacional de Motociclismo órgãos de que faz parte!
Falar do Moto Clube é falar do Zé Amaro!
Ele é o Moto Clube e o Moto Clube é ele! A sua dedicação à causa é de todos conhecida!
Tem sido com muita paixão que Zé Amaro tem ultrapassado todas as dificuldades para levar a efeito uma das maiores concentrações de motos da Europa!
Mas, ninguém consegue nada sozinho, e à volta de Zé Amaro há muita gente que sempre respondem presente na altura necessária! Julgo que posso também falar do Fernando Fernandes, outro elemento activo desde a 1ª. Hora, tal como o Secretário-Geral! E aqui ficaria a indicar elementos que tanto têm contribuído para o engrandecimento do Moto Clube de Faro pois são tantos e tantas...
Mas, um ponto que é fundamental fazer realçar é a vertente social do Clube!
É que não se limitam a organizar uma coisa que gostam, mas através dela têm contribuído para a melhoria de várias instituições, com a oferta de equipamentos de alto valor!
As ambulâncias que têm oferecido comprovam bem esta preocupação social do Clube!
E se nada mais houvera para agradecer ao Moto Clube, este facto seria suficiente!
Uma última palavra para alguma população de Faro:- Não sei como pode haver Farenses que estão sempre contra a concentração de motas!? É uma vez por ano e leva aos quatro cantos do mundo o nome da nossa terra!
Só podemos fazer uma coisa:- Apoiar o Moto Clube de Faro

11 comentários:

Anónimo disse...

Pequeno reparo: o homem chama-se Zé AmaRo.
Viva o motoclube!
Ainda por cima este ano é um dos principais patrocinadores do Farense, pelo qual também é conhecido o amor do Zé!

Anónimo disse...

a razão porque há farenses que não gostam da concentração, é porque lhes assiste o direito de gostar ou não do que quer que seja!

Pedro Cabeçadas disse...

Certo! Sem comentários.

Anónimo disse...

O anónimo das 9:45 PM falou curto,grosso e bem!Porquê a mania e os desejos de unanimismo?Será ainda resquícios da ditadura?E nada contra o Moto-clube de Faro.

Lima disse...

A Razão pela qual muitas pessoas não gostam da concentração, talvêz tenha a ver com a forma como os Motociclistas se comportam e se apresentam; e talvêz por influencia da fama dos bikers americanos os "Hell`s angels", eos "Rock Machines" Pois estes dois grupos frequentemente estão ligados ao crime e às drogas.

Anónimo disse...

Não ou sim gostar do que quer que seja ,é um direito que assiste a quem gosta ou não.
Na França chama-se a tais pessoas: les enmerdeurs. É um direito que assiste em França, na sua língua expressa, exercer o direito a pôr merda nas opiniões... ou no seu sítio correcto, e a seguir, o autoclismo a ser puxado. Uma questão de direito universal.
Cada coisa ou merda para o seu canal próprio, eis outro direito...
mas podes não gostar de facto, contudo serás un enmerdeur..!
Mas não faz mal, a ninguém.
Este mundo viverá sempre para a paz. Bonne merde.

Anónimo disse...

Será que o presidente da Câmara irá proibir o desfile motar pelas ruas da cidade de Faro? Não achará poluição a mais?

Cumpts.

Anónimo disse...

Uma pequena correcção:

"Durante anos a sua sede foi numa pequena semi-cave na Avenida Dr. Júlio de Almeida Carrapato."

Ao tempo e ainda hoje a escassos 50 metros da minha habitação.

Cumpts.

Pedro Cabeçadas disse...

Tem toda a razão! É mesmo nas traseiras da minha casa e passei lá umas horas largas!
Obr

Anónimo disse...

Penso que algumas pessoas não gostam da concentração, não por ela em si e talvez também não pelos exageros nesses dias, mas sim pelos exageros diários que o pessoal das motos faz, não respeitando regras de trânsito nenhuma sem o mínimo respeito pelos outros e até por eles próprios.Não serão todos mas são mesmo muitos, na esmagadora maioria os das motos rápidas.Cá por mim acho bem que se faça a concentração e que até se desculpem alguns exageros, dos que não se apresentem perigosos, mas mais repressão e sobretudo no dia a dia, pois é raro se ver um condutor de uma moto a prestar contas por condução perigosa ou outra situação.

Humberto Guerreiro disse...

Só um reparo, e é bom que se saiba e não esqueçamos, que:
1.- em relação à origem do Motoclube de Faro, em relação á 1ª sede, esta foi durante uns 2 anos numa loja na rua ( nome ? )(descendo o Algartalhos á direita, por baixo dos pilares a última loja)e tinha uma renda de 11 mil escudos a qual foi suportda, por umas 20 pessoas durante esse tempo todo, para se conseguir manter a sede aberta,( todos os móveis existentes na sede foram feitos lá, ainda hj existem bancos dessa altura)
2.- só depois mudamos para a Avenida Almeida Carrapato e foram os sócios que estiveram a colocar o pavimento ,etc...

3. - Foram 17 os sócios fundadores do Clube, pena é, até agora não ter havido uma lembrança e reconhecimento em relação a todas essas pessoas ( alguns infelizmente já morreram, caso do Pontes (pai cabói),que muito esforço, ajudaram na génese e desenvolvimento dos primeiros anos do Clube, que sem as quais hoje o MOTO CLUBE DE FARO não existiria.