sábado, janeiro 2

O que nos espera?

Assim chegamos a 2010!
E o que esperamos deste ano ? Que seja melhor que 2009, certamente!
Volto a dizer o que disse há um ano atrás:-
O mais importante é garantirmos o nosso posto de trabalho!
Não é por acaso que o Algarve é a zona do país que ultimamente tem registado maior crescimento,... no desemprego...
E esta situação não se deve inverter no ano que agora começa!
O turismo, a (quase) única receita do Algarve, não deve registar grandes alterações!
Voltará a ser o turismo interno a minimizar a quebra da vinda de estrangeiros!
O panorama é pouco agradável com a hotelaria e restauração em grande crise!
Assim, resta-nos dar o nosso melhor para defendermos o posto de trabalho e fazer votos que lá para o final do ano se comecem efectivamente a sentir os "ventos da retoma"!
Bom 2010

8 comentários:

Antonio Laginha disse...

olá PEDRO !

preciso do teu mail para te mandar um COMENTÁRIO PRIVADO

abraço

ANTÓNIO LAGINHA

Antonio Laginha disse...

olá PEDRO !

preciso do teu mail para te mandar um COMENTÁRIO PRIVADO

abraço

ANTÓNIO LAGINHA

BlueShell disse...

Aqui em Mangualde há “sujeitos”, de algum´modo ligados à anterior gestão camarária que se julgam acima de crítica!
…e até “metem bloggers em tribunal” ….

marceano disse...

O que nos espera Pedro ?
Muita esperança a ser criada e depressa, em nós. Sós, em grupo, deixando que Lisboa vá brincando com os seus projectos, as suas contas, bem instalados, criando novas leis anti-corrupção, planeando por detrás da cortina a eternização do poder, absoluto ou não. Nas cores todas do arco iris...
Muita esperança em nós próprios e muita eficácia dos poderes locais.
Muitos calos nas mão outra vez como fizeram em 45 os alemães: enterraram os mortos, trataram dos feridos e pegaram em carrinhos de mão para limpar as ruinas do país.
Hoje são os maiores da Europa, outra vez.
Aqui roubam-se os bancos, por dentro e aguarda-se um milagre qualquer, um euromilhões porventura.
Os que podem metem a cabeça debaixo da asa, poucos, a grande maíoria está à beira da fome.
Verdade ou não ?
Pois então criemos esperança cá dentro, um sorriso amarelo e inventemos novas maneiras de dar de comer aos filhos e aos velhos, também.
Não utilizo palavras teóricas mas a esperança: é um sentimento real que todos conhecemos.
O esforço é nosso, nunca virá nada de cima. Nem duns nem doutros..
Como o macaco da cartilha: façamos navalhas.. estes serão os nossos milagres.
Qual a alternativa?
A posição natural do corpo é ter a cabeça alinhada para olhar para a frente, nunca para cima...não apareça por aí a gaivota... a enfiar mais m.. onde não devia.
Abraço

Anónimo disse...

Vejamos o que esperamos de Macário, com tanta arrogância, em 2013 não será eleito.

Pedro Cabeçadas disse...

O meu email é o mesmo do blog cabecadas1@gmail.com

Anónimo disse...

Muito bem Sr. Marceano!Ao anónimo das 8.27, pense um pouco e verá que só poderá estar mais perto da certeza perto das eleições ,não agora a quase 4 anos de distância.Este Presidente têm 4 anos para mudar o voto de 130 votantes.Bom ano para todos!

Anónimo disse...

O anónimo das 8.27 chora por algum motivo, que ele próprio saberá, não via era a arrogância dos rapazitos incompetentes e arrogantes - ele ainda os há por aqui, - ligados a Apolinário que bem se deve ter arrependido de os ter carregado às costas.