quarta-feira, novembro 8

315. A cupiosa chuva que tem caído no nosso Algarve nos últimos dias, que dizem os entendidos, tem tendência para a desertificação, provocou alguns estragos, é certo, mas também veio "dar vida a riachos mortos"! Que o diga eu, que lá na serra, onde tenho "o palheiro", fui presenteado com imagens deslumbrantes! O riacho, que no verão seca por completo, e que conheço quase tão bem como as minhas mãos, vendo-lhe "os fundos" com frequência, acordou altivo e barulhento, "qual guerreiro adormecido"!
E os "fundos", nem vê-los!
Foi promovido o raio do riacho e agora é ribeira! "Qual militar acabado de ser promovido, ostenta a nova farda com orgulho, e faz-se notar para que toda a gente o veja!"
E por onde passa ninguém resiste a olhar para "aquele guerreiro que na sua vaidade pisa e aleija, com frequência, aqueles que lhe estão perto"!
Mas à distância, "o seu marchar é majestoso e dá gosto vê-lo a desfilar"!
E foi assim que o vi! E é bonito! Deixo-vos "um boneco" para confirmarem que sou um felizardo por poder assistir a "desfiles" destes!
A música para este post, só podia ser uma "Ribeira".mp3 interpretada por um grupo vocal que desconheço e cujo albúm se chama "Modas"! Posted by Picasa

2 comentários:

Ruralidade disse...

"o seu marchar é majestoso e dá gosto vê-lo a desfilar"!
Nota-se um percurso limpo de passeios arranjados. Concerteza que se manteve aprumado sem sair das marcas.
Mas há muitos outros que, provocados por margens sujas e cheias de lixo são obrigados a responder. Aí invadem as margens, visitam casas, derrubam muros e árvores, etc.
Deixam de ser altivos, passam rápidamente a selvagens.(Sem culpa)
Tudo isto porque existem uns maduros sobre a terra, que durante o período seco, não permitem a limpeza das margens das linhas de água.Multando mesmo.
Num noticiário, ouvi mais uma vítima do concelho de Silves, questionando porque naquele dia , com a casa cheia de água, não aparecia nenhum maduro do ambiente, que durante o verão multam quem limpa, para ajudar a limpar agora.
Um abraço para o Pedro e um de solidariedade para os atingidos com as cheias.

Patricia disse...

A serra algarvia ora é fustigada pelas chamas ou então pelas cheias. São Pedro parece qua anda zangado connosco: ou oito, ou oitenta!
Vamos lá ver se com o Verão de São Martinho as coisas melhoram!