quarta-feira, setembro 16

Durão Barroso reeleito!

Durão Barroso reeleito presidente da Comissão Europeia por maioria ...(Público)

Goste-se ou não, é um prestígio para Portugal !

8 comentários:

Anónimo disse...

Como dizes e muito bem, quer se goste ou não da pessoa e das suas politicas, é uma honra para Portugal.

Anónimo disse...

Quase todos os partidos saudaram a reeleição! Excepto o PCP e o BE , porquê? Alguem sabe explicar?
fausto

Anónimo disse...

Eu não sou do Bloco Nem do PCP e também não gosto deste neo-liberal à frente dos destinos da Europa. Além disso é uma ilusão pensar que por ser português pode beneficiar o nosso país.

marceano disse...

Vou deixar aqui a minha ideia política: ele, durão barroso foi mrpp. partido à esquerda do pcp, na época. os eua assim o criaram. em 75 aliaram-se a todos contra os sovietes. quem manda na europa, ainda hoje? os eua. ganharam a 1ª e 2ª guerra. hoje são os grandes credores dessas dívidas. por tal "controlam e impôem" a economia da europa. e nomeiam os seus delegados. isto é o que penso.
mas, justiça feita, se não fosse aquele país que mandou para cá milhões e milhões de tropas, onde morreram demasiados, sempre, os deles, nessas guerras,o que seria desta europa? depois relançaram as economias todas, menos portugal,que não aceitou, orgulhosamente sós..
Isto é o que sei, vi, vivi, conheci, tenho 67 anos e nos 60s estive na bélgica, o país por eles escolhido para ser a central. que continua.
nada contra mas a história tem de fazer sentido, políticas àparte.
Money is money...and the winner gets it all.
Desculpem lá as maíusculas..é mais rápido escrever assim.
Como se poderá dividir uma pequena gaiola, este planeta?

marceano disse...

2ª parte:
Quem reconstruiu a Europa destruida com os bombardeamentos globais, que os alemães, então, provocaram?
A Alemanha ocidental-essencialmente- foi toda destruida, excepto a Bavária, o sul, Munique, p.e., hoje vamos a Berlim-ultra moderna- onde não sobrou uma pedra em cima de outra, Dresden, enfim centenas de cidades, estão reconstruidas na totalidade, desde os anos 50s.. a Russia também recebeu ajudas até ao fim, também morreram muitos milhões de tropas deles, mas a Alemanha moderna mostra a capacidade de, quando se quer, pode-se construir um novo País em 10 anos..-esquecendo aqui... Portugal-... vamos, apolíticamente, perceber a capacidade real de quem quer fazer...parte-se pela guerra provocada mas depois, reconstroi-se. Os Eua financiaram..Esta é a História do planeta terra. Depende das vontades...
A força, o poder e..a democracia são irmãs. Esses países estão hoje bem ligados. Todos.
Será o que se está a fazer agora, nesta crise, americana, desta vez deles. Mais 5 anos e o Ocidente estará bem melhor. E não só.
Beneficiando de toda a investigação do espaço, custando triliões de contos/ano a esse País, que nos tem dado tudo o que utilizamos.Ainda não cobraram tais despesas, até porque investem nas empresas e estas é que exportam, vendem para todo o mundo.
O dinheiro é virtual, a vontade é real. As cores...ah, benficas e sportings...o desporto será outra coisa..desporto hoje de mercenarismos..
Tenho esperança nas capacidades de quem quer (re)construir, investir.Eles são assim, foi bom para todos.. Não votarei PS,não reconstruiu nada, nem com os dinheiros da Europa....?? sorry..
Cumprimentos

Ana María Passos Pazos disse...

17-09-2009
O GENOCIDA DOS «AZORES» [Rogerio Barroso]


Ainda há 33% dos cidadãos europeus que aprovam a nomeação do GENOCIDA Durão Barroso (ver: http://www.euronews.net/news/you/) para presidente da Comissão Europeia. E 12% dizem que «não sabem».



Mas, ao fim do dia, apenas 30% dos cidadãos europeus aprovavam a renomeação do GENOCIDA dos «Azores» para presidir à comissão, enquanto os que reprovavam eram 59%, dizendo 11% que «não sabiam» (ver: http://www.euronews.net/news/you/).

Além disso, os «gravatinhas» dos partidos do regime actual andaram dizendo, conjuntamente com os papagaios da comunicação social do regime actual, que o Durão Barroso havia ganho as eleições para o dito cargo. Faço notar que não houve nem quem as perdesse nem houve quaisquer eleições ou qualquer eleição. O regime actual, como o de 1933 e os anteriores, continuam a apostar no obscurantismo.

Mas, quer se queira, quer não, este regime é o que o nosso povo quer e, por tanto, é o que o nosso povo merece.

Rogerio Barroso

Anónimo disse...

Este bandalho para presidente da comissão europeia. Bah...!

Anónimo disse...

Os portuguese vão deixando,,,desde que renda algum... quem se atrevirá para a cruz???