segunda-feira, outubro 19

Café Aliança

A letra C serviria para falar de muita coisa de Faro, mas, porque acho o assunto de extrema prioridade resolvi vir falar do Café Aliança!
O Café Aliança é um ex-libris de Faro e que está fechado há meses!
Pela sua importância urge que, proprietário e autoridades envolvidas, conjuguem esforços pela reabertura urgente do mesmo!
É um monumento nacional, e muita da história de Faro terá sido feita à mesa desta casa centenária!
Lembro-me em miúdo lá ir com o meu Pai!
Ali se juntavam as forças vivas da cidade!
Eram discutidos os assuntos mais variados e certamente muito se conspirou no Café Aliança!
A galeria fotográfica que decora todo o café é de um valor extremo!
Lembro-me que às quartas-feiras ali funcionava a bolsa!
Mas era uma bolsa especial! Era a bolsa dos frutos secos!
Os grandes produtores algarvios ali se juntavam e negociavam os seus produtos, em especial a alfarroba e a amêndoa!
O Café Aliança tem que voltar a abrir!
A Câmara Municipal terá certamente uma palavra a dizer nesta matéria!
Recordo que muitos guias turísticos de Portugal indicam o Café Aliança como ponto de interesse a visitar em Faro!
Sei que foi a ASAE que fechou o estabelecimento!
Mas será que é assim tão difícil fazer as alterações necessárias para que ele esteja novamente de acordo com a lei?
Não conheço pormenores do auto levantado, mas não me parece que as irregularidades sejam ao ponto de serem inultrapassáveis!
Actualmente só funciona uma ala do Café Aliança, em precária situação, mas mesmo assim lá está todos os dias um grupo de resistentes a quem muitos apelidam de “formiga branca”!
Boa gente que discute Faro.
Deixo-vos dois pequenos artigos que tirei da net e que contam um pouco da história do Café Aliança.
...................................
Salão e Café ALIANÇA, em Faro
Inaugurou-se a 19-10-1930 o “Salão Aliança” propriedade de José Pedro da Silva, o qual ficou equipado com três bilhares do mais moderno que existe, cuja decoração e equipamento preenche os mais elevados padrões ao nível do que melhor existe em Lisboa.
Em 12-6-1932 inauguraram-se as novas instalações do Café Aliança que davam para a Rua D. Francisco Gomes, nos moldes e aparência que ainda hoje ostenta.
A remodelação e ampliação da antiga e modesta «Leitaria Aliança», ficou a dever-se ao moderno espírito de iniciativa empresarial de José Pedro da Silva, que desse modo passou a ser visto pela sociedade farense como um verdadeiro benemérito, pois que ao contrário dos ronceiros empresários locais, acreditava nas potencialidades da cidade, investindo avultados meios financeiros para transformar aquele humilde estabelecimento num amplo e bem iluminado café, ao nível dos melhores de Lisboa.
Data dessa altura a construção da sua monumental porta giratória, inspirada nos melhores estabelecimentos franceses, merecendo igual surpresa a amplitude das instalações, os modernos bilhares da sala de jogo, o seu excelente mobiliário, o bom gosto da decoração das paredes, a exuberante refulgência dos seus espelhos e sobretudo o artístico friso de fotografias da autoria de Zambrano Gomes, verdadeira galeria de propaganda das potencialidades turísticas do Algarve.
J.C.V.M.
Publicada por José Carlos Vilhena Mesquita
PROMONTÓRIO da MEMÓRIA
...........................................
Café Aliança Registo inserido e validado por: Tânia Rodrigues
O Café Aliança é o mais antigo café da cidade e o de maiores tradições culturais.
Ocupa o rés-do-chão do edifício mandado construir por José Pedro da Silva constituindo, no conjunto, um interessante testemunho da arquitectura revivalista.
Para além do acesso principal e outro nas traseiras apresenta ainda uma entrada lateral que permite o acesso através do quiosque.
Observações: O edital camarário n.º 96/04 informa a classificação do imóvel, aguardando-se a publicação em Diário da República.
Domínios: História Arquitectura
Protecção: Imóvel de interesse público
Propriedade: Privada Documento legal: Despacho do MInistro da Cultura de 26 de Maio de 2003
Classificação geral: Edifícios e Monumentos : Arquitectura civil : Cultura e Lazer : Café
Classificação geográfica: Continentes : Europa : Ocidental : Portugal : Algarve : Faro : Faro : Sé
Classificação temporal:
História : Idade Contemporânea Séculos : Depois de Cristo : Séc. XX
Morada: Rua D. Francisco Gomes, n.º 7 a 11; Rua da Marinha, n.º 8 e 12; Praça D. Francisco Gomes, n.º 5. Local: Faro Código postal: 8000-306 Faro Página Web: http://www.monumentos.pt/scripts/zope.pcgi/ipa/pages/frameset?nome=ipa&upframe=upframe3&downframe=ipa.html
http://www.ippar.pt/pls/dippar/pat_pesq_detalhe?code_pass=333112
Visualizar mapa
Cronologia: (4)
(1930) Deu entrada na Câmara Municipal de Faro o projecto para a construção do edifício.
(1943 - 1970) O edifício foi utilizado como bolsa de valores da economia da região onde se discutia os valores de produtos como a alfarroba, figo, amêndoa e cortiça.
(2003-05-26) Classificação do Café Aliança e Edifício com a categoria de Imóvel de Interesse Público (IIP).
(2004) Obras de reabilitação no interior do café

8 comentários:

Anónimo disse...

Interessante. Foi inaugurado em 19/10/1930. Faz hoje anos!
Obr.

Anónimo disse...

Obrigado Pedro por esta chamada de tenção sobre o património da cidade.
É de suma importância denunciar esta situação e recuperar este estabelecimento, ex-libris de Faro.
Esperemos que o "seu" presidente seja da mesma opinião.

marceano disse...

Insistências em poderes desvanecidos...

O café Aliança, no princípio dos 70s ainda funcionou como a tal bolsa dos frutos sêcos.
O ambiente era clássico, uns olhavam outros, uma selecção social de então.
Já então se juntavam os maiores construtores na mesa principal, a da bolsa.
Era um ambiente, tipo "religioso", a gravata fazia parte da vestimenta. E as horas eram sagradas.
Ali contactei pessoas que não conhecia, directamente.
Mas que apresentavam carinho pelos mais jovens, à moda antiga. Deixo os nomes de tais homens na imaginação...
~Tanta coisa que por lá se viveu, conspirações, críticas, comentários jocosos, etc, etc.
Uma escola do antigamente.
Os filhos deles, hoje malta desta geração, guardaram na saudade, tais hábitos respeitados.
O Café Aliança precisa de reabrir, isto será um assunto dos interessados...assuntos privados.
Mas sendo um dos ex-libris..tal como a Brasileira que já foi e o Atlantico onde pairava mais gente boa.. não falo da Gardy...fecha ao solposto~~

Já agora, as refeições da Sta Casa já funcionam?
Porque a fome de quem tem fome não tem épocas...
Mas há épocas que provocam políticas feias e frias, da treta... E a fome que fica...para quem a tem e, real!! Isto dói.!!

Anónimo disse...

Forma interessante de falar sobre Faro!Parabéns e obrigado
Farense

Anónimo disse...

Vamos abrir o Café Aliança!
Se necessário faremos um abaixo assinado à cãmara!
Esperança

JCB disse...

Pois é Pedro, mais uma vez se confirma que nem sempre está bem informado. Não foi a ASAE que fechou o Aliança, mas sim tão sòmente o senhorio. Corria em tribunal um contencioso entre senhorio e inquilino que acabou com a razão do lado do senhorio, que de seguida fechou o café e correu com o inquilino. Com que objectivos não sei. Se alguém souber que diga.

Pedro Cabeçadas disse...

Para o JCB é verdade que muitas vezes estou mal informado!Agradeço o comentário a clarificar a situação, mas dispenso a forma agressiva!
Apareça com modéstia que é muito bem vindo! E eu não sou o dono da verdade!
Obr
Pedro

Anónimo disse...

Não aceito que o nosso CAFÉ ALIANÇA esteja fechado. Pois, para mim é uma referência de FARO e de TODOS que se consideram de FARO. Penso que o mesmo deveria abrir, não só para ser ponto de encontro dos negociantes dos frutos secos como de outras activiades tais como: um centro de exposições para aqueles que não conseguem expôr os seus trabalhos nas principais galerias de Faro. Amigo Pedro Cabeçadas estou ao seu lado.
F. Moleiro