domingo, fevereiro 15

"Apolinário toca na ferida"

O Dr. José Apolinário, Presidente da Câmara de Faro, na sua habitual crónica no Correio da Manhã, sob o titúlo "Quintas do Algarve", diz na sua edição de hoje:-
"Quando chegámos à Câmara de Faro, estava parada. Pior, havia um espiríto de inércia enraizado pela prática política anterior. Foi necessário mudar tudo. Até mentalidades." Não tenho a miníma dúvida da veracidade desta afirmação!
Todos sabemos, ou pelo menos uma grande parte, que a Câmara não funcionáva!
"E é aqui que Apolinário toca na ferida do que é a chaga da Câmara!"
É que se não funcionava, continua a não funcionar!
É, em minha opinião, a grande falha de Apolinário, com as consequências que arrasta!
Não conseguiu efectivamente alterar a inércia que encontrou e não conseguiu alterar mentalidades!
A dança das chefias não resultou, sobretudo porque as mentalidades não se alteraram!
E assim, o modo operandis da Câmara é o mesmo, e a inércia continua!
E se em três anos, o Dr. Apolinário não conseguiu o que era fundamental para poder governar, não me parece que seja agora que o vai conseguir!
Em minha opinião é a maior critica que pode ser feita a Apolinário!
Era necessário mudar tudo e nada foi mudado!

14 comentários:

Anónimo disse...

Porque é que não transcreve o resto da noticia? só o que lhe convém é que merece ser realçado?

Anónimo disse...

Endereço desde já as felicitações pela frontalidade e verdade que caracterizam os assuntos neste blog. No entanto, apesar de concordar consigo em quase todas as opiniões, em especial no que respeita à excepcional melhoria que o Eng.º Macário Correia traria para Faro,parece que existem muitos farenses que afinal não gostam assim tanto de Faro (o que não é surpresa tal é o estado que está o município que os anteiores executivos autárquicos deixaram nos últimos 20 anos e sem grande contestação de nenhum farense, por vezes, até com saudade!). Em vez de colocarem à frente dos seus interesses e conhecimentos pessoais os grandes interesses da comunidade farense como um todo, preferem fechar-se no seu fanatismo partidário e/ou dos conhecimentos facilitários do desenrasca diário aparente. Mas, desta vez, deve prepara-se para o combate! É que, posso estar enganado, mas, em Portugal, quem se mete com o PS leva.

Anónimo disse...

Tal como em Faro em Lisboa já começam a ferver os concorrentes às urnas.Um pagode ou será insanidade?
A fazer fé na notícia do Sol , Santana Lopes vai ter a companhia de Bagão Félix na lista à CML.
Das duas uma, ou Lisboa na óptica da futura coligação de direita é vista como um pagode onde vale tudo, ou então têm mesmo uma fé muito grande para acreditarem que os lisboetas entraram num estado de insanidade total, que lhes permita esquecer a última aparição conjunta destes dois. Foi em 2005 e o País afundou. Lembram-se? —

Anónimo disse...

Não é só a câmara que está paralizada. Isso já se sabe há muitos mandatos. Está a ccdr, estão as dir. reg. estão os institutos todos, tudo na mamagem, pondo o pó debaixo do tapete..desde que sobre para os que lá estão.
Este é o drama de Faro.
Nacional...e lá dentro, manda quem manda, sempre os mesmos. os políticos não querem ver ou não sabem ou não têm capacidade ou o partido(s) não deixa.
Este é o drama de Portugal.
Cada um vai-se amanhando nos interesses pessoais..e o povo que se lixe.
Este é o drama.

Anónimo disse...

Três anos...
Tal como confirmou Newton, "todo o corpo continua no seu estado de repouso, a menos que seja forçado a mudar". Quando chegámos à Câmara de Faro, esta estava parada. Pior, havia um espírito de inércia enraizado pela prática política anterior. Foi necessário mudar tudo. Até mentalidades.
Três anos depois, Faro volta a ter uma estratégia: Programa Polis, Doca Exterior e Marina, investimentos privados em hotéis e golfe, Pousada de Estoi, Creches e Jardins-de-infância, o Hospital Central, o curso de Medicina… Faro precisa de tempo para que um projecto de ambição e futuro seja concretizado.Reduzir os mandatos a três anos é um erro que Faro tem pago caro, perdendo oportunidades para outros municípios. A mudança começa a dar resultados: esta semana a Estradas de Portugal anunciou o consórcio que vai requalificar a EN125 – a Variante Norte e a ligação de Faro à Via do Infante são agora imparáveis.
José Apolinário, Presidente da Câmara de Faro, Correio da Manhã 15-02-2009

apelo à liberdade de expressão e que escreva todo o texto

Anónimo disse...

Nunca Faro teve um presidente que ouvisse sa pessoas , que pensasse e projetasse o futuro ( e atenção o futuro não são 3,4 anos para quem não sabe há tramites a seguir ) portanto penso que devemos deixar o homem seguir. Quanto à inércia, lembram-se do que aconteceu em Loulé?O actual presidente foi para lá cheio de idéias e vontade de mudar as mentalidades,resultado,os técnicos e os chefes fizeram-lhe a cama.

Anónimo disse...

Aconteceu em Loulé e em Faro!!!!!

Anónimo disse...

Para que serve um presidente que ouve as pessoas se a seguir sofre de prisão de ventre? Nem có-có faz

Anónimo disse...

Penso que a vida nacional está a precisar de mais um cartaz ou não ?Não é suficiente que o Presidente da República não se pronuncie sobre a possibilidade de Dias Loureiro ter mentido a uma Comissão de Inquérito, o que poderá ser interpretado como crime de falsidade de testemunho - punível, de acordo com o Código Penal, com prisão de seis meses até três anos ou multa nunca inferior a 60 dias.

Cavaco Silva remeteu os jornalistas para um seco "É bom estudar a legislação que rege os membros do Conselho de Estado". Para quem pára um país em pleno Verão para fazer uma comunicação sobre o Estatuto dos Açores, é manifestamente insuficiente o silêncio de Cavaco Silva.
Dias Loureiro há muito que deveria ter apresentado a sua demissão do Conselho de Estado.
Aguardo ansiosamente a afixação dos novos cartazes da JSD com uma nova versão do Pinóquio. E quem sabe com a inclusão do Gepeto. E o risinho amarelo da avózinha."
Alan

Compadre Alentejano disse...

Fui um dos que votou em Apolinário, pansando que Faro ia "levar uma volta", Mas, passados três anos, vejo que o meu voto e de minha família foram mal entregues e esbanjados de uma forma que não admito.
Nada foi feito para além da entrada de boys nos serviços camarários, ou da entrada de amigos na Administração do Hospital.
Por tudo isto, e como tenho uma grande esperança em Macário Correia, vamos votar PSD.
PS-Sou inscrito no Partido Socialista desde 1974 e vou votar PSD pela 1ª vez!
Compadre Alentejano

Anónimo disse...

Compadre Alentejano, faça isso e 3 anos depois vai lamentar-se de novo, pois qualquer pessoa inteligente sabe que em 3 anos ninguém consegue fazer uma cidade "levar uma volta"!

E assim vamos afundando Faro, nós os farenses votantes.

marceano disse...

Afirmei que me retirava...erro meu, igual ao que fiz quando votei ps, testando uma maioria absoluta que teria de ser testada. Erro após erro. Volto, já porque serão os temas tão importantes que nem consigo conter-me.
Esta atitude não será um erro. Ficarei aqui, sempre que possível.
Até porque nunca virei a cara ao cachão..fiquei cansado de tanto impropério barato..
Um assunto: Compensações de negócios do estado, vide Expresso de 7/Fev.:
Portugal comprou € 2.5 milhões de equipamento militar. (submarinos,helis,pods F16, aviões Casa, Blindados Pandur).
Parece que não souberam negociar bem as compensações ou, contrapartidas dos fornecedores, obrigatóriamente clássicos neste tipo de negócio.
Alguma ética haverá sempre nestes negócios, apoiados por entidades privadas, advogados, bancos,..todos na maior. Questão que de deixa muita dúvida nas transparências dado que é o Tesouro Nacional que está a funcionar...bpns, bpps,bess, etc.. Parece que houve incapacidade ou desvio ou governamental decisão de praticar o bodo aos pobres...perdão, aos vendedores...alguém beneficiou.
Aqui não haverá ética, apenas politiquices ...de interesses.
Enjoativamente excessivas.

Teria de voltar ao já afirmado: um presidente de camara tem de ser, obrigatóriamente, um gestor capaz.
A política é para a eleição.
A gestão é,depois, um atributo de um nº1 de qualquer organização, seja qual fôr.
Manter os rácios, a estabilidade, a economia e a finança, a unidade do grupo. O bem estar da empresa.
Ser-se presidente de camara obriga a tal atributo. Mais nada. 4 anos depois, venham eleições.Aí sim, política prá frente.

Nada de pessoal está por aqui. Quero apenas eficácia, pelo menos, porque voto.
E seguirei sempre o mais melhor, o mais indicado, o mais profissional.
Se fôr social democrata, ótimo!!
Se fôr bom português, melhor.
Se fôr apenas "escravo" dum partido, pior.
Se fôr uma pessoa porreira, social, dando a presença, liberalmente falando, bué da bom.
Porque a política, sendo séria, não será uma qualquer missa onde todos têm de se calar, mesmo que seja um sorriso de alegria...

Dicas estas bem medidas e experimentadas.

E os eleitores que não votam, penso que serão uma "raça" em extinção, então que se mexam. Porque um dia quem não participa não beneficia.. Chama-se a isto a democracia na sua maior.
Nestes tempos da globalidade já ninguém terá espaço para se fechar na concha, escondidos, não são caracois. Nem carcanhois. Nem espanhois..são portugueses que gostam e querem.
Então participem.
Que ganhe o melhor em Faro, ondo voto há 36 anos. E sou de Olhão....

Estando aqui a 2 kms de faro, há 10 minutos que espero que esta msg entre, debalde.. e pago o mesmo..será assim como ter um cão de guarda sem dentes ou, uma defesa do consumidor que não tem lentes.
Afinal, estamos em Portugal...
Sempre sofredores, esta uma das diferenças com a Europa que nos manda dinheiro para só alguns.. os funis do estado...daí que estamos onde merecemos.!!Povo...

Anónimo disse...

Faço minhas as palavras do Pedro Cabeçadas. Na verdade não é bom Presidente quem quer...mas sim quem pode. Apolinario tinha consciencia dos problemas da autarquia, sabia onde deveria mexer mas a verdade é que não soube mudar o funcionamento da autarquia. A sua fraca personalidade fez dele uma presa facil das pressões e lobbies que realmente governam esta cidade. Esperemos agora que Macário com a sua frontalidade e capacidade de trabalho tire Faro do buraco em que Luis Coelho, Vitorino e Apolinário o meteram.

marceano disse...

Conheci práticamente todos os presidentes da câmara de Faro. Porque já sou mais velho, participei na sociedade humana e ando na rua, livre.
Poucos têm , sem ofensa, coragem para falar..mas de facto a CMF tem sido um feudo de "classes" escolhidas onde os presidentes, embora cheios de vontade, sempre se enfrentaram com as teias de interesses que não serão os do Concelho.
Sei do que falo. Sei o que penso.
E também sei que posso decidir pôr ou não pôr um processo à câmara de muitos...milhares de contos. Que ainda não fiz.
Se fosse egoísta já o tinha feito.
E estou pensando nisso. Não será revanche será apenas justiça. Estou pensando. Digo isto para servir de base ao que disse nas linhas anteriores. Os americanos mandaram os talibans para Cuba.
O Alentejo tem lá umas herdades para serem trabalhadas.
Uma sugestão...
E a CMF ficaria ao geito dos cidadãos todos. Será bom e honesto.
Vá lá que não sou construtor.
Não tenho telhados de vidro nessa actividade.Nem nas outras.
Tenho binóculos que poderei ajustar, se me aprouver.
Cumprimentos