segunda-feira, março 2

Há medo no PS ?

Edmundo Pedro, histórico militante socialista, defendeu ontem numa reunião do PS, no Largo do Rato, que há quem tenha medo de falar dentro do partido.
"Verifiquei um total desinteresse, generalizado, notei outro fenómeno pessoas que estão no aparelho de Estado que me diziam 'não posso pronunciar-me, porque tenho medo', não é admissível no partido", disse citado pela rádio TSF.

O socialista Henrique Neto considerou esta sexta-feira existir "de facto medo" no PS, fazendo duras críticas "à obsessão da fidelidade ao líder" de Augusto Santos Silva, a quem chama "ministro da propaganda".
"Há de facto medo no PS e na sociedade portuguesa, pelos mais variados motivos", diz o empresário Henrique Neto, numa carta aberta ao ministro dos Assuntos Parlamentares, Augusto Santos Silva, e ao deputado socialista Manuel Alegre, enviada à Lusa.

...têm medo muitos militantes socialistas de perderem os seus lugares, ou o acesso aos benefícios pessoais que retiram da actividade política. Lugares e benefícios que há muito deixaram de ser decididos pela razão do mérito e que agora são o resultado da fidelidade ao chefe." (Antão Vaz)

"Se não houvesse medo, um qualquer destes destacados militantes socialistas que periodicamente nos avisa do grave perigo que atravessa a sociedade portuguesa teria tido a coragem suficiente para abandonar a sua zona de conforto e enfrentar José Sócrates".João Marcelino, "Diário de Notícias", 21-02-2009.
.....................................................................................

Será que há mesmo medo no PS ?
Pessoalmente não quero acreditar,mas...
Dizia-me há dias uma funcionária da Câmara que tinha desabafado que apoiaria Macário na corrida para a Câmara e que a partir daí ficou com medo!
Medo de quê?
Advinhem se forem capazes!
Será que estamos a caminhar para uma ditadura socialista?
E ao dizer isto estou a habilitar-me a ser sancionado?
"OH! Portugal, Portugal, onde é que tu vais parar", diz o cantor e eu acompanho!

14 comentários:

Anónimo disse...

Oh Pecaaas,
Long time... é verdade, há bastante tempo que aqui não venho. E deixe que lhe diga que até parece que não perdi muito. O Pedro continua a fazer a campanha do Eng. Macário(não tenho nada a ver com isso, mas registo para memória futura), as opiniões aqui blogadas continuam a necessitar duma triagem prévia dada a pouca qualidade de algumas delas, o Marceano continua a escrever de uma forma que pouca gente concerteza o entende (eu confesso a minha pouca cultura para o decifrar), e por tanto nada de novo debaixo do sol.
Sobre o tema proposto pelo Pedro, tudo aponta para que a ditadura, a julgar pelo congresso do PS,já cá esteja instalada. Mas a culpa não será tanto do Sócrates,mas de todos nós, que acomodados não nos revoltamos. Quando é muito mais importante discutir casamentos entre homosexuais, do que discutir a forma de ultrapassar problemas muito mais graves que nos afectam, quando o que importa é entronizar o Sócrates em vez de dar a conhecer a canonização desse (esse sim)grande Português que foi Nuno Álvares Pereira, o que quer que lhe diga?
Abraços
Um Alentejano de Faro

Anónimo disse...

Ò Pedro, falar de medo na Câmara de Faro, por oposição á Camara de Tavira, é no mínimo ignorância.
O ambiente de medo que se vive no interior da autarquia tavirense não é de uma funcionária, é geral.
Emitir opinião contrária poderá ser motivo de processo disciplinar.
Basta questionar a quem lá trabalha!
Informe-se.
Informe-se não. A si ninguém dirá nada. Solicite a alguém que o informe, é que lá há medo!E muito.
E já agora, repare que "não é com vinagre que se apanham moscas".
Julgo que não será assim que conquistará adeptos para a sua causa.
Moço da Picota

Anónimo disse...

Medo? Não sei...mas sei uma coisa, na Câmara de Faro vai haver medo certamente...caso o seu candidato Macário ganhe a eleição. O que corre por ai é que é um politico que persegue quem não é da mesma cor politica.

Anónimo disse...

"O caso Freeport foi utilizado politicamente contra o PS, o governo e José Sócrates (estrategicamente por esta ordem, apesar de aparentar a ordem inversa). Durante pelo menos uma semana instalou-se na comunicação social (onde se incluem os blogues) um ambiente de «guerrilha» sul-americana. Houve muita boa gente que acalentou, nesses dias, a ilusão de que era possível uma transferência de poderes e competências constitucionais: à comunicação social competia a investigação; aos comentadores políticos encartados (os que são remunerados por essa «actividade») o julgamento e a condenação com base nos factos apresentados pela comunicação social; dispensavam a defesa e atribuíam ao Presidente da República o papel de juiz de execução de penas. Quando perceberam que o «golpe de Estado» assim gizado não funcionou, disseram, desalentados: «o caso Freeport já não vai dar nada». Agora, depois da intervenção de José Sócrates na abertura do Congresso do Partido Socialista, dizem, meio atordoados: «o Primeiro-ministro usa o caso Freeport para conduzir uma luta política». Tudo fizeram para usar o caso Freeport politicamente para derrubar um governo e quando o visado responde na mesma moeda gritam, como se fossem virgens, que nunca se lavaram naquele bidé. É do conhecimento geral que o feitiço se pode virar contra o feiticeiro."

Tomás Vasques

Anónimo disse...

Este PS Nacional-Socialista/Nazi mete cada vez mais nojo. Um partido suporte de um governo de um País, em que supostamente caberiam todos os portugueses, e em que os seus mais altos dirigentes marcam outros portugueses da sua classe (políticos) como sendo parasitas, oportunistas, forças de bloqueio e caluniadores, não têm condições para estar à frente dos destinos de Portugal porque não sabem o que é ter sentido de Estado. Se quando abrem as suas matracas e delas sai tão fétido e pestilento mau hálito imagine-se o que não fazem, na sombra do poder e no exercício das sua funções, a todos aqueles que não estendem o braço numa saudação ao leader HEILL SÒCRATES. Para o olho da rua já!!!!
Qual é a admiração do Ministro da Propaganda Augusto SS GOEBBELS ter sido recompensado pela sua fidelidade???
Promessas de mau pagador!!! À segunda vez só se deixa enganar que quiser!!!

Anónimo disse...

Acho que a funcionária que diz estar com medo deve sofrer do mal da persiguição... Não acredito que se a funcionária cumprir as suas obrigações, ou seja não boicotar os serviços, como muitos andam a fazer, que haja qualquer consequência pela sua opção!!! O mal, em meu entender, é que alguns funcionários misturam política com trabalho, violam o dever de sigilo, lealdade, etc...

Anónimo disse...

oh Sr.Pedrotem quecactualizar os seus ficheiros!!!
Vai citar documentos de 21 fev
Mas se tivesse visto as televisões teria ouvido o próprio Edmundo Pedro no Congresso a contrariar essas afirmações.

E olhe que o Edmundo, apesar dos 90 anos, não é homem para fazer favores.

SOcialista

Anónimo disse...

Os militantes do PS têm medo! Especialmente aqueles que estão na função pública! O PS trata-os como se fosse o seu patrão!...
Mas, vislumbra-se uma luz ao fundo do túnel: o casamento dos homossexuais...talvez o seu patrão legalize o seu...e acalme um pouco...
Pica-Pau

Anónimo disse...

mais uma vez na procura do votinho se vem com a estratégia do medo,que tem medo na politica é quem anda a procura de emprego e favores pois, quem anda de espinha direita não tem medo. acenar com as declarações do edmundo pedro que é um homen com H grande para fazer campanha pelo eucalipto de tavira (onde passa seca tudo)é no minimo bizarro, pois no congresso houve moções alternativas e uma lista alternativa á do socrates,do qual o edmundo pedro foi subscritor, pois esse militantes do PS foram á politica,
O eucalipto tambem perdeu na eleição da distrital do PSD, para o bota pelos vistos tambem houve medo de apoir o eucalipto, pois os militantes do psd do algarve encostaram ao poder instalado (bota santana meneses e companhia),
o medo serve sempre para as campanhas eleitorais, pelos que perdem e pelos que ganham, não me parece que haja tantos processos disciplinares na camara de fARO COMO HÁ EM TAVIRA, se calhar a menina da confidencia foi a filha do presidente da concelhia do PDS, para mostrar serviço

um obsevador sem medo

Anónimo disse...

Bem apropósito deste texto outro texto do MALA AVIADA : A verdade é que os eleitores são como as ratazanas, vão-se habituando ao veneno e acabam por se alimentar com ele em vez de morrerem. O José Manuel Fernandes bem pode dedicar todas as edições do Público a Sócrates que os seus leitores limitam-se a pular as páginas e não mudam as intenções de voto em função das desilusões empresariais de Belmiro de Azevedo. A Manuela Moura Guedes bem pode encher aquela enorme boca de gozo que os espectadores vão bocejando até à hora da telenovela. Cavaco Silva bem pode marcar comunicações e recorrer a vetos, não é por isso que os eleitores se vão apaixonar por Manuela Ferreira Leite ou reparar no seu Miguel Relvas.
A força de Sócrates vem da falta de alternativas, vem de uma oposição que esgota as suas energias na crítica e se esquece de propor um projecto com soluções para o país e quando simulam a apresentação de soluções estas tresandam a eleitoralismo.
Com uma oposição destas começo a ficar convencido de que nem à bala se vão livrar de José Sócrates. Aliás, ao PSD já só falta mesmo contratar um gangster para se livrar do líder do PS o que lhes serviria de pouco, estou convencido que Manuela Ferreira Leite perderia até com o porteiro do Largo do Rato.

Anónimo disse...

Eu não sou fanático do PS e até já votei noutro partido noutras vezes. Mas o fanatismo de algumas pessoas como esse anónimo que chama Social Nazi ao Sócrates leva-nos a ter medo. Que gente é esta que em Democracia podendo dizer tudo o que lhes vem à cabeça vêm destilar ódio sobre pessoas democratas com todos defeitos que tenham ( a não ser que haja por aí politicos sem defeitos) devem ser os amigos do tal anónimo.
Espero que essa pessoa tenha um pouco de vergonha e não diga baboseiras tamanho da velha ponte da Ilha de Faro. Nelson

Anónimo disse...

Então em Portugal não há um Presidente independente, uma Assembleia da República, um Procurador, um Provedor de Justiça, tribunais?
O Sócrates é autoritário, os "boys" locais têm tendência a serem tiranetes mas basta que o pessoal não se intimide para que a coisa se resolva. É óbvio que só se pode opor quem não tiver telhados de vidro (ou situações de privilégio) e não depender do partido para comer.
Mais autoritário do que foi o Cavaco não será o Sócrates, e o primeiro foi de patins (não sem antes rebentar com o partido)e precisou dalguns anos para limpar a imagem.

Fega

Anónimo disse...

O Pecas!
Pecas pelas tuas últimas tendências mactaviras, porque deixaste de ser um blog isento, andas a perder pontos para outros blogs.

Olho Atento.

Floripes disse...

a votação do PS em olhão ontem onde foram anuciados os cabeças de lista do ps em olhão à CMO e às juntas de freguesia,foi aprovado por unanimidade e aclamação.a lista apresentada por Francisco Leal.
e agora digam lá que não há democracia no ps em olhão,o f.leal aprendeu como sócrates.
quem não gostou muito foi o custódio moreno que estava à espera de ir para o elenco Camarário num lugar elegivél.